Alto Tietê mantém número de mortes no trânsito em janeiro, mas acidentes com vítimas crescem 9%, aponta Infosiga

Destaque Home

anuncie aqui

Região registrou 16 mortes no mês de janeiro de 2019 e 2020. Já as ocorrências com feridos aumentaram de 236 para 259.

O número de mortos no trânsito do Alto Tietê se manteve em 16 no mês de janeiro de 2019 e 2020. Entretanto, o volume de acidentes com vítimas fatais aumentou em 9,7% de um ano para o outro, de 236 para 259, segundo os dados do Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo (Infosiga), divulgados nesta quarta-feira (19).

Apesar de ter reduzido de 13 para 5 o número de mortes no trânsito na comparação dos períodos, Mogi das Cruzes continua como a cidade com o trânsito mais violento. Considerando apenas as vias municipais, este volume cai de 8 para 1 caso.

Um dos acidentes registrados em Mogi aconteceu na noite do dia 20 de janeiro. Um carro dirigido por um motorista possivelmente embriagado bateu na moto em que estavam dois jovens, na Estrada das Varinhas, no distrito de Jundiapeba. Eles morreram ainda no local.

Entre as vítimas, seis estavam de moto, dois de carro, outros dois de bicicleta e seis de pedestres. Seis vítimas eram homens, seis mulheres. Metade morreu na via e os outros chegaram a ser socorridos e morreram no hospital.

O maior volume de ocorrências ainda acontece nas vias municipais. Foram 10 em janeiro e as outras 6 em rodovias estaduais ou federais que cortam a região. Ainda em relação aos acidentes com vítimas fatais, eles envolveram oito carros, três caminhões e uma moto.

Acidentes com vítimas

Mogi das Cruzes também é a cidade com o maior número de acidentes com vítimas. Em janeiro deste ano foram 85.

Posição

O secretário de Transportes de Mogi, José Luiz Freire de Almeida, observa que a queda no número de mortes é dado importante para a cidade porque representa vidas que são salvas. Informou também que a Prefeitura realiza um trabalho intensivo e integrado que busca a diminuição no número de acidentes e a melhoria da segurança viária nas vias municipais.

“Ele compreende ações de sinalização, engenharia de tráfego, fiscalização e educação para o trânsito e também tem a participação do Comitê Municipal de Segurança Viária”, destacou. O secretário lembrou ainda que a tendência de queda no número de mortes já vinha sendo verificado em 2019, quando o índice nas vias municipais foi 21% menor que o de 2018. Considerando-se todo o território do município, a queda foi de 4,8%.

Entre as ações realizadas pela Secretaria Municipal de Transportes estão as campanhas de conscientização e educação para o trânsito.

Deixe seu voto

mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • Adicionar um comentário

    Veja Também

    Log In

    Forgot password?

    Don't have an account? Register

    Forgot password?

    Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

    Your password reset link appears to be invalid or expired.

    Log in

    Privacy Policy

    Add to Collection

    No Collections

    Here you'll find all collections you've created before.