Alto Tietê reduz em 36% as mortes no trânsito; Itaquaquecetuba eleva em 20%, aponta Infosiga

Alto Tietê reduz em 36% as mortes no trânsito; Itaquaquecetuba eleva em 20%, aponta Infosiga

Dados da região mostram redução de 22 para 14 vítimas fatais na comparação de setembro de 2018 com mesmo período de 2019.

O número de mortes no trânsito no Alto Tietê caiu 36% em setembro deste ano, em comparação com o mesmo período de 2018. Segundo os dados do Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo (Infosiga), a redução foi de 22 para 14 registros.

Advertisements

Nos nove primeiros meses deste ano, já morreram 141 pessoas no trânsito da região.

Na maioria dos casos de setembro, 10 deles, as vítimas morreram ainda no local do acidente. Em quatro registros, elas deram entrada no hospital, mas não resistiram.

Em 10 dos 14 casos o acidente ocorreu durante a noite ou madrugada, os demais foram três à tarde e um de manhã.

Os dados do Infosiga de setembro mostram ainda que, entre as vítimas, seis estavam em automóveis, cinco em motos e três a pé.

Itaquaquecetuba foi na contramão do Alto Tietê e registrou uma morte a mais do que em setembro de 2018, passando de cinco para seis casos, o que representa um aumento de 20%.

A Prefeitura de Itaquaquecetuba informou que está acompanhando todos os casos, principalmente com óbito, no município, reforçando a sinalização e trabalhando com educação para o trânsito.

“Infelizmente os acidentes vêm acontecendo em sua maioria das vezes por questões relacionadas à embriaguez ao volante. A administração solicitou ao Governo do Estado a implementação de operações com etilômetro na cidade a fim de evitar tais acidentes e punir os motoristas que ainda não respeitam a legislação”, informou em nota.

Acidentes com feridos

Recentemente, o Infosiga também passou a mostrar os casos de acidente de trânsito com feridos. Antes os números divulgados eram restritos apenas ao de mortos.

Só no mês de setembro foram 256 ocorrências do tipo, das quais 86 foram em Mogi das Cruzes, que representa 33% do total da região.

Em nota, a Secretaria Municipal de Transportes informou que vem trabalhando para a diminuição nos índices de mortes em acidentes de trânsito em Mogi das Cruzes. Para isso, a SMT vem intensificando o trabalho integrado de sinalização, fiscalização, engenharia de tráfego e educação para o trânsito, com a participação do Comitê Municipal de Segurança Viária.

Um dos destaques das ações já desenvolvidas pela Prefeitura é a sinalização de trânsito. Nos últimos dois meses, cerca de 22 quilômetros de ruas e avenidas já receberam nova sinalização horizontal. Também estão em andamento os serviços de implantação de 300 rampas de acessibilidade em toda a cidade,15 lombofaixas, 30 lombadas e mil metros quadrados de readequações geométricas. Os locais beneficiados foram definidos após estudos desenvolvidos pela secretaria, que também contaram com a participação da comunidade, segundo a Prefeitura.

A Educação para o Trânsito também é realizada durante todo o ano. Em todas as edições do programa Bairro Feliz, por exemplo, a Escola Mirim de Trânsito realiza atividades, que já atenderam cerca de 18 mil crianças. A cidade também distribui aos estudantes a cartilha Sinfonia no Trânsito. Com tiragem inicial de 25 mil exemplares, a cartilha mostra diversas situações do cotidiano, sempre destacando a importância do respeito às regras do trânsito.

Tags:
Fazer um comentário
Comentário
Nome
E-mail