Após denúncia, PM intercepta carro e impede ‘tribunal do crime’ em Arujá

Uma testemunha viu o momento que um homem foi levado e chamou a polícia. Uma mulher e três homens foram presos por sequestro e lesão corporal.

Policiais interceptaram um carro e impediram que um “tribunal do crime” fosse realizado em Arujá nesta terça-feira (14), segundo a PM. Os policiais pararam o carro depois que uma testemunha viu um homem sendo sequestrado no bairro Mirante e passou as características do veículo.

De acordo com a polícia, os quatro suspeitos de sequestro e a vítima tinham passagens pela polícia por crimes diferentes, como roubo, tráfico e receptação.

No momento da abordagem, um homem já desceu do veículo dizendo que seria morto, segundo a PM, e a mulher confessou que faz parte de uma facção criminosa e que levaria a vítima para um “julgamento” no Parque Rodrigo Barreto.

De acordo com a suspeita, o homem teria feito algo imoral no bairro e, neste tipo de situação, um julgamento é feito e a sentença pode ser a morte.

Segundo a Polícia Militar, os suspeitos não disseram o que o homem fez. A vítima, que já tinha sido agredida fisicamente quando os policiais chegaram, já havia respondido por tráfico e foi liberada. Os outros quatro ficaram presos.

Leave your vote

Comentários

mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • Adicionar um comentário

    Log In

    Forgot password?

    Don't have an account? Register

    Forgot password?

    Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

    Your password reset link appears to be invalid or expired.

    Log in

    Privacy Policy

    Add to Collection

    No Collections

    Here you'll find all collections you've created before.