Após mais de dois meses sem aulas, Arujá retoma atividades escolares de forma não presencial a partir de terça

Ainda segundo a Prefeitura, as aulas estão suspensas desde o dia 19 de março, em razão da pandemia do novo coronavírus: nos períodos de 19 de março a 3 de abril, e de 23 de maio a 8 de junho. Entre os dois períodos, houve a antecipação do recesso escolar.

A Prefeitura de Arujá vai retomar as aulas a partir de terça-feira (9) de forma não presencial. Segundo a administração pública, serão adotadas estratégias pedagógicas no período de quarentena de prevenção do novo coronavírus, com objetivo de seguir as metas de aprendizagem.

Ainda segundo a Prefeitura, as aulas estão suspensas desde o dia 19 de março, em razão da pandemia do novo coronavírus: nos períodos de 19 de março a 3 de abril, e de 23 de maio a 8 de junho. Entre os dois períodos, houve a antecipação do recesso escolar.

De acordo com a Secretaria de Educação de Arujá, a unidade reorganizou o calendário escolar para evitar a reposição presencial das aulas, como previsto na Medida Provisória nº934. As metas de aprendizagem serão revistas quando houver o retorno presencial e os alunos serão avaliados, além de receberem reforço.

De acordo com a Prefeitura, as medidas adotadas consideram a necessidade de manter a política de distanciamento social nas escolas para evitar a disseminação da doença Covid-19.

Para os alunos do ensino fundamental, serão distribuídos materiais impressos e o conteúdo será aplicado por uma plataforma virtual de aprendizagem.

Os estudantes que não tiverem acesso à internet, receberão auxílio de um educador que ficará de plantão nas unidades, segundo a Prefeitura.

Já para os alunos da educação infantil, ocorrerá o acompanhamento virtual das unidades escolares com as famílias, com objetivo de sugerir atividades para serem aplicadas às crianças.

Comentários

mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • Adicionar um comentário