Polícia cumpre mandados de busca e apreensão na Prefeitura de Arujá; vice-prefeito foi preso

Ação é desdobramento da operação “Soldi Sporchi”, que apura desvio de dinheiro na Secretaria Municipal da Saúde.

A Polícia Civil de Guarulhos cumpriu mandados de busca e apreensão na manhã desta quinta-feira (30) em Arujá. A ação faz parte de um desdobramento da operação “Soldi Sporchi” (Dinheiro Sujo), iniciada no mês de junho, que apura o desvio de dinheiro na Secretaria Municipal de Saúde.

Durante a investigação, o vice-prefeito de Arujá, Márcio José de Oliveira (PRB), também foi detido, em cumprimento a um mandado de prisão temporária, por suspeita de lavagem de dinheiro e envolvimento com organização criminosa.

De acordo com a Polícia, a suspeita é de que a Organização Social (OS) contratada pela Prefeitura esteja ligada ao tráfico de drogas e que um grupo de pessoas, incluindo o vice-prefeito, esteja envolvido com o esquema criminoso.

“O que a gente pode adiantar é que é um desdobramento da operação que ocorreu no dia 3 de junho, operação Soldi Sporchi. Essa é a segunda fase e que, naquela oportunidade, já se averiguava a relação entre organizações sociais e criminosos que agem celebrando contratos na área da saúde”, afirma o delegado Fernando José Goes Santiago.

A investigação segue em segredo de Justiça e, segundo o delegado, está próxima do fim. “A gente acredita que estará terminando esse inquérito policial dentro dos próximos dias. Aqueles que foram encontrados com elementos e informações suficientes, serão indiciados, serão colocados à disposição do judiciário”, declara.

Em nota, a Prefeitura de Arujá confirmou que a Polícia Civil esteve no Paço Municipal durante a manhã para fazer busca e apreensão no gabinete do vice-prefeito. Destacou, ainda, que apenas a sala dele Oliveira foi alvo do procedimento.

“Diante de todos os desdobramentos da investigação, a Prefeitura lamenta os ocorridos, continua aguardando os desfechos da operação e se coloca inteiramente à disposição da justiça para colaborar no que for preciso”, completou a administração municipal.

Procurada pela reportagem, a defesa do vice-prefeito informou que não iria se manifestar porque não teve acesso ao processo, que está em segredo de Justiça.

Nas ruas de Arujá, a população ficou revoltada com a suspeita do envolvimento do vice-prefeito em desvio de dinheiro. “Eu acho que é uma vergonha, eu acho que é um absurdo, eu acho que a população de Arujá não merece. E eu espero que a justiça seja feita”, pede a professora Ivandelma Lima Pacheco.

O representante comercial Alessandro Machado de Assis espera que as investigações prossigam. “E que seja feito o melhor para a nossa cidade.”

Investigação

Ao todo, são 12 mandados de prisão temporária e 20 de busca e apreensão a serem cumpridos na capital, em Guarulhos, Arujá, Poá, Mogi das Cruzes e Suzano, além de Itu, Indaiatuba e Bertioga. Seis pessoas já foram presas, incluindo o vice-prefeito.

Entre os outros presos suspeitos de integrar o grupo que desviava dinheiro da área da saúde, estão uma gerente do hospital municipal, em Arujá, e o membro de uma facção criminosa que atua dentro e fora dos presídios, além de familiares dele.

O homem apontado como o chefe da quadrilha, Anderson Lacerda Pereira, segue foragido desde a primeira etapa da investigação em 3 de junho. De acordo com o delegado, Márcio era vizinho de Pereira, que é dono de 20 casas no mesmo condomínio onde o vice-prefeito foi preso.

Foram pedidas as prisões de outros administradores do hospital, mas a polícia ainda aguarda resposta da Justiça, segundo o delegado. “Eles [integrantes da quadrilha] desviavam dinheiro do hospital, faziam contratos superfaturados e uma parte do contrato voltava às mãos do criminoso [Anderson]”, disse o delegado Fernando.

Os presos e objetos apreendidos foram levados para o 4º Distrito Policial (DP) em Guarulhos.

Leave your vote

Comentários

mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • Adicionar um comentário

    Log In

    Forgot password?

    Don't have an account? Register

    Forgot password?

    Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

    Your password reset link appears to be invalid or expired.

    Log in

    Privacy Policy

    Add to Collection

    No Collections

    Here you'll find all collections you've created before.

    Quer receber notificações em sua tela?
    Não
    Permitir Notificações