Retomada de atividades presenciais anima comércio de Arujá

Setor e prestadores de serviços da cidade já podem receber os clientes, mas devem seguir as regras do Plano São Paulo.

Assim como todo Alto Tietê, Arujá retomou as atividades presenciais do comércio. Na cidade, os prestadores de serviços também já puderam receber os clientes de novo.

Há mais de um mês com o salão vazio, sem poder receber clientes, a situação financeira no comércio de André Luis de Latorre Filho ficou bem complicada.

Atualmente o bar e restaurante que fica na região central de Arujá não tem mais funcionários fixos, quando precisa, o comerciante contrata temporários. “Teve domingo que eu abri e não vendi nada, absolutamente nem um lanche. Então é bem complicado por causa disso mesmo. Mas vamos ver daqui para frente como é que vai ficar né?”, questiona o comerciante.

Para ter um pouco de faturamento, essa semana o comerciante começou a vender marmitas na hora do almoço. Segundo a fase de transição do Plano São Paulo, restaurantes e bares podem voltar a atender clientes no salão só a partir do dia 24 de abril. “É melhor do que não ter nada né? Então, acho que 25% vai sim me ajudar porque como agora eu tenho esse almoço e a gente ta fazendo uma divulgação legal, eu vendendo, pelo menos, as marmitas e atendendo 25% das pessoas eu acho que vai me ajudar um pouco nas vendas também”, espera Latorre Filho.

A fase de transição, estabelecida pelo governo estadual, tem dois períodos de liberação. De 18 a 23 de abril, podem funcionar, com atendimento presencial, estabelecimentos comerciais de rua ou de shoppings, no período das 11h, até as 19h. Já no período de 24 a 30 de abril foram liberados atendimentos presenciais em restaurantes, bares e cafés também com a capacidade de 25%.

Em Arujá, nessa primeira semana da fase de transição, a Prefeitura também liberou o funcionamento para prestadores de serviço. Eles devem seguir todos os protocolos de distanciamento e higiene. E podem atender no máximo só 25% da capacidade.

No decreto municipal, a Prefeitura especifica todos os serviços liberados, além dos períodos e horários. A liberação de prestadores de serviços, por exemplo, acontece uma semana antes do que estabelece o governo estadual.

A Prefeitura de Arujá informou que o decreto municipal libera apenas os prestadores de serviços essenciais.

Nesta primeira etapa os cultos e atividades religiosas também foram liberados pelo estado. Na segunda fase, semana que vem, pelo Plano São Paulo poderão abrir também academias, cinemas, teatros e museus com horário e público reduzidos.

Leave your vote

Comentários

mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • Adicionar um comentário

    Log In

    Forgot password?

    Don't have an account? Register

    Forgot password?

    Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

    Your password reset link appears to be invalid or expired.

    Log in

    Privacy Policy

    Add to Collection

    No Collections

    Here you'll find all collections you've created before.