Com quarentena, mortes no trânsito caem 33% no Alto Tietê em março na comparação com 2019

Número de vítimas fatais no trânsito da região caíram de 18 para 12 mortes. Mogi das Cruzes, que costuma liderar em mortes, não registrou nenhuma.

O número de vítimas fatais em acidentes de carro no Alto Tietê foi 33% menor em março deste ano, comparado ao mesmo mês de 2019. A redução foi de 18 para 12 vítimas fatais. Os dados são do Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo (Infosiga).

A quarentena no Estado de São Paulo começou no dia 24 de março, mas antes disso as pessoas já estavam reduzindo o deslocamento.

As mortes ocorreram em cinco dos 10 municípios da região. Mogi das Cruzes, que costuma registrar a maior parte das vítimas, não teve nenhuma.

Dos 11 acidentes, cinco ocorreram em rodovias e seis em vias municipais. Seis deles também foram em fins de semana, entre sexta-feira e domingo.

Em quatro acidentes um automóvel estava envolvido, em um havia um caminhão, em três foram auto lesão (apenas o veículo da vítima), e em três essa informação não constava no registro da ocorrência.

Todas as 12 vítimas eram do sexo masculino. Nove morreram no mesmo dia, duas no dia seguinte e uma em até 30 dias após o acidente. Com relação ao tipo de acidente, foram sete vítimas de atropelamento, uma de colisão e as demais não foram informadas.

Acidentes

No mês de março, a região registrou também uma redução no número de acidentes de trânsito com vítimas, mas sem mortes, de 398 para 352, na comparação com o mesmo mês de 2019.

Comentários

mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • Adicionar um comentário

    Gostou?
    Antes de Ir...

    SIGA A GENTE NAS REDES SOCIAIS