Família acusa hospital de Ferraz de negligência e diz que idoso morreu após falha em equipamento

Filha afirma que pai, que havia sofrido infarto e AVC há 20 dias, foi colocado em ala exclusiva para paciente de Covid-19. Hospital se solidarizou com família, porém não explicou acusações.

Uma família acusa de negligência o Hospital Regional de Ferraz de Vasconcelos. Segundo os familiares, Otacílio Augusto, de 82 anos, morreu após falhas em um equipamento. Revoltados com a notícia, parentes depredaram o hospital. O hospital se solidarizou com a família pela morte do idoso, porém não explicou as supostas falhas apontadas pelos familiares (veja resposta completa abaixo).

De acordo com a família, o idoso estava internado por ter sofrido infarto e um AVC há cerca de 20 dias. Uma das filhas do paciente, que prefere não se identificar, afirma que estava com ele no quarto na noite de domingo (3). Neste dia, ela explicou que o pai passou mal e foi atendido pelo setor de enfermagem.

“Aí a dona Cristina falou: ‘Vai lá e pega a máscara de oxigênio e põe no rosto dele.’ E ela pegou e falou assim: ‘Não, não. Vamos por esse aqui mesmo.’ Um que estava na parede, que tem um vidro, que tem água e uma mangueira branca. Não sei falar o nome. Aí a dona Cristina falou assim: ‘Não, não é bom por esse. Vai e pega a máscara de oxigênio.’ Aí mesmo assim ela insistiu e colocou…a outra enfermeira”, contou a filha que acrescentou não concordar com a depredação.

Ela descreve ainda que enquanto segurava a mão do pai houve um impacto e a água começou a sair pelo nariz dele. Ainda segundo a filha, as enfermeiras fizeram vários procedimentos com o paciente. Depois, ela disse que o pai foi levado para ser atendido pelos médicos.

A família afirmou que o paciente foi levado para o oitavo andar do hospital que é um setor reservado exclusivamente para tratamento de pacientes infectados com o novo coronavírus. A família aguarda o resultado do exame para Covid -19.

A família mostrou para a equipe de reportagem da TV Diário uma radiografia do pulmão do idoso. Eles afirmam que o paciente não tinha sintomas do novo coronavírus.

A morte foi comunicada para os familiares na noite de quarta-feira (6). A filha disse que não concorda com a depredação.

A família afirmou que houve negligência e foi feito um boletim de ocorrência para o caso ser investigado. “Ele estava no 8º andar, com pessoas de ‘covírus 19’, sendo que ele entrou simplesmente com infarto e derrame. Já estava sem nada porque ele fez todos os exames, todos os exames eles fizeram no meu pai. Meu pai foi muito mal tratado naquele hospital, muito!”

O Hospital Regional de Ferraz de Vasconcelos informou que se solidariza com a família pelo falecimento do senhor Otacílio Augusto. Mas lamenta os atos de vandalismo praticados contra a unidade, que atende centenas de pessoas por dia.

Segundo o hospital, o paciente deu entrada no dia 16 de abril com quadro de infarto, histórico de diabetes. Devido a complicações no quadro clínico faleceu na quarta-feira apesar de todos os tratamentos e esforços para recuperação.

Porém, o hospital não falou sobre a falha no aparelho e nem explicou o motivo pelo qual o idoso foi colocado em uma ala exclusiva para pacientes com o novo coronavírus, como alegou a família.

Comentários

mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • Adicionar um comentário

    Gostou?
    Antes de Ir...

    SIGA A GENTE NAS REDES SOCIAIS