Ginásio de esportes abrigará hospital de campanha com 60 leitos em Itaquaquecetuba

O Ginásio Municipal de Esportes ‘Sumiyoshi Nakaharada’, na Vila Japão, em Itaquaquecetuba, ganhará uma nova funcionalidade nos próximos dias. A Prefeitura Municipal está usando o espaço para estruturar um hospital de campanha que terá 60 leitos, sendo 20 de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), 20 de estabilização e 20 de enfermaria para atender pacientes infectados com a Covid-19.

A estrutura começou a ser montada na última quinta-feira (1) e a previsão para inauguração é no dia 17 de abril. Segundo a administração municipal, entretanto, a unidade deve começar operando com 50% da capacidade, ou seja, 30 leitos, sendo 10 de cada modalidade.

Para viabilizar a abertura do novo hospital de campanha em Itaquaquecetuba, o Governo de SP entrou com um aporte de R$ 4,2 milhões e a prefeitura com R$ 1,5 milhão. O local, que tem 540 m², contará com farmácia, laboratório, dois ambulatórios médicos, sala de raio-x, aparelho de diálise, tomógrafo, sala de administração, lavanderia, local de descanso para os profissionais, banheiros e chuveiros.

Ginásio de esportes abrigará hospital de campanha com 60 leitos em Itaquaquecetuba

O Ginásio Municipal de Esportes ‘Sumiyoshi Nakaharada’, na Vila Japão, em Itaquaquecetuba, ganhará uma nova funcionalidade nos próximos dias. A Prefeitura Municipal está usando o espaço para estruturar um hospital de campanha que terá 60 leitos, sendo 20 de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), 20 de estabilização e 20 de enfermaria para atender pacientes infectados com a Covid-19.

A estrutura começou a ser montada na última quinta-feira (1) e a previsão para inauguração é no dia 17 de abril. Segundo a administração municipal, entretanto, a unidade deve começar operando com 50% da capacidade, ou seja, 30 leitos, sendo 10 de cada modalidade.

Para viabilizar a abertura do novo hospital de campanha em Itaquaquecetuba, o Governo de SP entrou com um aporte de R$ 4,2 milhões e a prefeitura com R$ 1,5 milhão. O local, que tem 540 m², contará com farmácia, laboratório, dois ambulatórios médicos, sala de raio-x, aparelho de diálise, tomógrafo, sala de administração, lavanderia, local de descanso para os profissionais, banheiros e chuveiros.

Foto: Prefeitura de Itaquaquecetuba
“Trouxemos o hospital de campanha para o ginásio para ter um gasto menor porque já temos a infraestrutura pronta. Ano passado, veio para o ex-prefeito R$ 41 milhões do Governo do Estado e até hoje a gente não sabe onde foi parar esse dinheiro porque não está nos cofres públicos. Estamos informando a Câmara Municipal para que abram uma comissão processante para apurar os gastos da prefeitura no ano passado”, afirmou o prefeito Eduardo Boigues.

O funcionamento será 24h, mas o hospital de campanha não atenderá de portas abertas ao público. Os pacientes devem continuar procurando as três unidades que atendem infectados na cidade: Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24h, o Centro de Saúde (CS) 24h e a Central de Atendimento Covid-19, inaugurada no dia 25 de fevereiro. Além disso, o hospital não se limitará a atender apenas moradores de Itaquaquecetuba, e sim toda a região do Alto Tietê.

Leave your vote

Comentários

mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • Adicionar um comentário

    Log In

    Forgot password?

    Don't have an account? Register

    Forgot password?

    Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

    Your password reset link appears to be invalid or expired.

    Log in

    Privacy Policy

    Add to Collection

    No Collections

    Here you'll find all collections you've created before.

    Quer receber notificações em sua tela?
    Não
    Permitir Notificações