Estado fecha PS do HGG e Guarulhos prevê prejuízo no atendimento das unidades municipais

Secretaria Municipal de Saúde entende que rede local ficará mais pressionada pelo atendimento e situação deve ficar crítica

O pronto-socorro do Hospital Geral de Guarulhos, no Parque Cecap, será fechado pelo Governo do Estado a partira da próxima segunda-feira, 1º de fevereiro. Ao GuarulhosWeb, a Saúde estadual confirmou a decisão, classificada como “readequação de perfil”. O objetivo, segundo a nota, é priorizar o atendimento a casos graves e gravíssimos.

Segundo o Guarulhos Web que procurou a Prefeitura, que discorda da ação e prevê aumento da pressão por atendimento na rede municipal de saúde. “A medida se justificaria caso o Brasil não estivesse enfrentando a pandemia do novo coronavírus”, respondeu a gestão municipal. “A adoção da medida impactará diretamente no aumento expressivo da demanda de pacientes nas unidades municipais de pronto atendimento (4 UPAs e 5 PAs), além dos três hospitais municipais e nas UBS. Isso ocorre em um momento em que Guarulhos enfrenta um crescimento quatro vezes maior na procura da população por serviços médicos, sobretudo relacionados a síndromes respiratórias, incluindo a Covid-19”, completou a nota.

Ainda segundo o Governo do Estado, “o pronto-socorro do Hospital Geral de Guarulhos intensificará a realização da triagem por classificação de risco e orientará os pacientes também sobre a disponibilidade de outros serviços de saúde da rede primária de saúde, apropriados para casos mais leves”.

Comentários

mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • Adicionar um comentário

    Gostou?
    Antes de Ir...

    SIGA A GENTE NAS REDES SOCIAIS