Guarulhos: Empresários lamentam decisão estadual que obrigou a fechar salões de beleza

Empresários aguardam decisão para reabertura de salões de beleza

Muitos comerciantes foram surpreendidos na última sexta-feira, 3/07, com a decisão liminar do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, a pedido do governador João Doria (PSDB), obriga o município de Guarulhos a cumprir medidas da fase laranja do plano estadual de flexibilização das atividades econômicas, que impediu a reabertura de restaurantes, bares e salões de beleza, que aconteceria nesta segunda-feira, 6/07. 

Marcilene dos Santos Rodrigues, de 39 anos, abriu sua loja de roupas há uma semana. Ela pretende ter um espaço para estética, cabelos e unhas. “Eu optei por não abrir o espaço até que seja determinado. Para manter a quantidade de clientes na loja. Já é difícil, imagina adaptar o mezanino para os atendimentos estéticos, eu prefiro esperar e não ter problemas com a fiscalização” explicou. 

As barbearias também fazem parte da decisão. Para o proprietário de duas unidades no Bom Clima e no Gopoúva, Yuri Andreatta Militão, a decisão do governador João Dória prejudica o município. “Não tem sentido e nem lógica agora vamos ter que fechar novamente os nossos comércios, uma vez que guarulhos está conseguindo controlar os leitos de UTI?” questionou. Ele acompanha a reabertura do comércio pelas lives diárias do prefeito Guti, divulgadas pelas redes sociais e aguarda a decisão. 

Até o fechamento da matéria, não houve mudança na decisão. 

Na Capital, os salões de beleza já podem funcionar seguindo as determinações impostas pelo governo estado: 

– Ocupação máxima pode ser de 40% da capacidade e esses estabelecimentos podem funcionar por seis horas; 

– O atendimento aos clientes deverá ser feito exclusivamente por meio de agendamento, evitando filas de espera e de maneira individualizada; 

– Sempre que possível, o atendimento precisa ser feito em cabines individuais, por um profissional por vez e os clientes não poderão estar acompanhados por outras pessoas; 

– É obrigatório o uso de máscaras; 

– É obrigatória a adoção de protocolos específicos de higiene e distanciamento; 

– Poderá também ser implementado um horário exclusivo de atendimento para clientes acima de 60 anos ou que são do grupo de risco; 

– Os funcionários deverão utilizar touca, máscara reutilizável e óculos de proteção ou protetor facial, gorro, avental impermeável de mangas longas e luvas para tratamentos; 

– Tanto as barbearias quanto os salões de beleza deverão lavar os cabelos e orelhas dos clientes antes de iniciar o corte de cabelos para minimizar a possibilidade de contaminação;

– As esmalterias devem diminuir a quantidade de esmaltes expostos; usar luvas; higienizar a poltrona e a mesa de atendimento a cada cliente;

 – A distância mínima entre estações de trabalho deve ser de 2 metros, devendo serem utilizadas de modo intercalado, se necessário, e a distância entre os clientes de pelo menos 1,5 metro.

Leave your vote

Comentários

mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • Adicionar um comentário

    Log In

    Forgot password?

    Don't have an account? Register

    Forgot password?

    Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

    Your password reset link appears to be invalid or expired.

    Log in

    Privacy Policy

    Add to Collection

    No Collections

    Here you'll find all collections you've created before.

    Quer receber notificações em sua tela?
    Não
    Permitir Notificações