Hospitais estaduais do Alto Tietê têm taxa de ocupação de 55,3% nos leitos de UTI para Covid-19, segundo secretaria

Dados foram registrados nesta segunda-feira. Hospital Regional de Ferraz de Vasconcelos tem o maior índice.

Nesta segunda-feira (11) os hospitais estaduais do Alto Tietê registraram uma média de ocupação de 55,3% nos leitos de terapia intensiva destinados aos pacientes com o novo coronavírus (Covid-19). A informação é da Secretaria do Estado da Saúde.

O Hospital Regional de Ferraz de Vasconcelos, que conta com 17 leitos de UTI para casos de Covid – 19, foi o que registrou o maior índice. Ao todo, 75% das unidades estavam ocupadas durante o levantamento.

Em seguida, o Santa Marcelina de Itaquaquecetuba registrou ocupação em 55% nos leitos de UTI, segundo informações da Secretaria. No hospital são 22 unidades de terapia intensiva.

Já o Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes, teve a menor média de ocupação entre os três. Dos 22 leitos de UTI do hospital, 36% estavam em uso nesta segunda.

A Secretaria lembra que as taxas variam no decorrer do dia em virtude de fatores como altas ou óbitos, por exemplo.

A pasta também informa que mantém um esquema especial de gestão de leitos hospitalares, para dar prioridade à internação de pacientes com quadros respiratórios agudos e graves, com suporte da Central de Regulação e Oferta de Serviços de Saúde (Cross) para as transferências.

Comentários

mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • Adicionar um comentário