Milhares de cestas básicas destinadas a famílias carentes durante a pandemia são encontradas abertas em Itaquaquecetuba

Milhares de cestas básicas destinadas a famílias carentes durante a pandemia são encontradas abertas em Itaquaquecetuba

Conselho Municipal de Segurança Alimentar afirma que houve violação e que há produtos faltando. Já a Prefeitura nega e diz que cerca de 2 mil famílias não buscaram cestas, que foram abertas para retirada de linguiça vencida.

Milhares de cestas básicas que estavam estocadas no Ginásio Municipal de esportes de Itaquaquecetuba foram encontradas abertas nesta quarta-feira (8). Os alimentos foram enviados pelo governo do Estado para doação a famílias carentes durante a pandemia.

O Conselho Municipal de Segurança Alimentar esteve no local e denuncia que houve violação e que havia produtos faltando. Já a Prefeitura afirma que “a denúncia sobre violação das cestas básicas que estão no ginásio de esportes não procede”.

Segundo a administração municipal, “foi necessário abrir as caixas para a retirada das linguiças pois as mesmas estavam vencidas, sendo comunicado ao Governo do Estado e aguardada a autorização para nova distribuição dos produtos ainda na validade para outras famílias.”

O Conselho Municipal de Segurança Alimentar afirmou que havia cerca de 5,3 mil cestas dentro do ginásio.

“Recebemos uma denúncia anônima de que as cestas básicas doadas pelo governo teriam alimentos vencidos. Primeiramente era isso. Chegando aqui, nós constatamos que realmente estão faltando alimentos. Foram retirados, foram violadas todas as cestas básicas. Alimento esse que foi doado pelo governo do Estado para o município entregar para as pessoas carentes”, explica Aparecido Ribeiro de Almeida, conselheiro do Conselho de Segurança Alimentar.

O caso vai ser encaminhado para investigação. “Chamamos a Polícia Militar, foi aberto um boletim de ocorrência e agora nós vamos acompanhar os próximos passos desses acontecimentos. É lamentável, são alimentos para pessoas que muito necessitam”, disse Almeida.

A Prefeitura também afirmou que “a distribuição dos alimentos seguiu os critérios estabelecidos pelo Governo do Estado, sendo que cerca de 2 mil famílias não compareceram para retirar ou não foram localizadas para receber em casa, desta forma, foi obedecido o prazo legal estipulado.”

Algumas caixas sofreram danos durante o transporte ou manuseio, sendo necessário ensacá-las para distribuição, segundo a administração municipal.

“Ressaltamos que a administração prestou contas e recebeu a visita de membros do Fundo Social do Estado que vieram verificar a situação”, completou a nota.

Deixe seu voto

mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • Adicionar um comentário

    Veja Também

    Log In

    Forgot password?

    Don't have an account? Register

    Forgot password?

    Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

    Your password reset link appears to be invalid or expired.

    Log in

    Privacy Policy

    Add to Collection

    No Collections

    Here you'll find all collections you've created before.

    Quer receber notificações em sua tela?
    Não
    Permitir Notificações