Polícia Civil investiga suspeita de agressão a bebê de dois meses em Itaquaquecetuba

Segundo o Conselho Tutelar, criança está em estado grave. Pais e avó do bebê prestaram depoimento e foram liberados.

A Polícia Civil de Itaquaquecetuba investiga a suspeita de agressão a um bebê de dois meses, que deu entrada em um equipamento de saúde da cidade com diversas lesões, em estado grave, nesta segunda-feira (14).

O caso foi registrado na delegacia da cidade, por membros do Conselho Tutelar, com os familiares da criança, que prestaram depoimento. Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP), o pai, que tem 22 anos, chegou a ser detido, mas foi liberado.

De acordo com as informações do Conselho Tutelar, a criança tem diversas lesões pelo corpo. Ele foi encaminhado pela mãe e a avó ao Centro de Saúde 24 horas e depois transferido pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) ao Santa Marcelina.

Ainda segundo a SSP, a mãe da criança, que tem 15 anos, e a avó, que tem 46, foram conduzidas à delegacia, onde foram ouvidas. A polícia solicitou exames periciais para a vítima e instaurou inquérito para apuração dos fatos. Os pais e a avó do bebê foram liberados.

Em nota, a Prefeitura de Itaquaquecetuba informou que a unidade Centro de Saúde 24h prestou atendimento a um bebê com suspeita de agressão, que foi avaliado, medicado e em seguida transferido para o Santa Marcelina de Itaquaquecetuba.

“As autoridades competentes foram acionadas, o caso foi acompanhado pelo serviço social da unidade”, destacou a nota.

Comentários

mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • Adicionar um comentário