Vítimas de violência doméstica em Itaquaquecetuba podem fazer denúncias em farmácias e drogarias

Ação faz parte da campanha “Sinal Vermelho”. Funcionários dos estabelecimentos serão orientados pela Prefeitura sobre como agir.

As mulheres vítimas de violência doméstica em Itaquaquecetuba podem recorrer às farmácias e drogarias para denunciar seus agressores. A ação faz parte da campanha “Sinal Vermelho”, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB).

A campanha, aderida pela Secretaria de Políticas para Mulheres, incentiva que as vítimas sinalizem os estabelecimentos por meio de uma marca vermelha em formato de X na mão. A população deve estar atenta a este aviso e acionar imediatamente a polícia por meio do telefone 190.

De acordo com a Prefeitura, as farmácias e drogarias da cidade serão visitadas para que os funcionários sejam conscientizados e orientados sobre como agir, caso alguma vítima faça a comunicação por meio do sinal. De acordo com o CNJ, 10 mil estabelecimentos em todo o país já entraram nesta rede de apoio.

“Estamos em uma época de pandemia e o isolamento tem agravado os casos de agressão. Sem poder sair de casa, fica mais difícil para a vítima procurar ajuda. Por isso, pedimos a colaboração de todos”, declarou a secretária da pasta, Joerly Nakashima.

Confira a lista de farmácias que aderiram ao projeto:

  • Rede Melhor Compra
  • Usifarma – Uma Negociações
  • Multifarma
  • Nossa Drogaria De Caxias
  • Drogal Farmacêutica
  • Drogal Farmácia
  • Drogaria Venâncio
  • Extrafarma
  • Farma Ponte
  • Farmácia Alphard
  • Farmácia Pague Menos
  • Farmácia e Drogaria Nissei
  • Raia Drogasil
  • Redepharma
  • Rede Soma Drogarias
  • Santa Lucia Drogarias
  • Smallfarma
  • Universal
  • Drogaria Araújo
  • Rd Raia Drogasil
  • DPSP

Comentários

mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • Adicionar um comentário