Campanha Fique Sabendo oferece testagem para detecção do vírus HIV nas unidades de saúde em Mogi

O Programa Municipal de DST/HIV/Aids e Hepatites Virais está promovendo nesta semana a Campanha Fique Sabendo, em alusão ao Dia Mundial de Luta contra a Aids, comemorado em 1º de dezembro. A campanha é uma mobilização estadual promovida há 13 anos para intensificar a realização de testes e exames para detecção do vírus HIV (vírus da imunodeficiência humana). Também tem o objetivo de conscientizar a população sobre a importância da realização dos exames e do diagnóstico precoce.

Em 2020, a pandemia de Covid-19 tem causado forte impacto na oferta de testagem do HIV e da sífilis. A média mensal de solicitações de testes rápido de HIV caiu aproximadamente 50% em relação ao ano passado. “A Campanha Fique Sabendo visa promover o acesso ao teste, ampliar o número de pessoas que conheçam seu status sorológico e vincular o portador do HIV à unidade de referência para início imediato do tratamento”, explica a enfermeira Daniela Alves Marins, encarregada da UAPS 2 – Unidade de Atenção aos Programas de Saúde, onde funciona o Programa Municipal de DST/HIV/Aids e Hepatites Virais. 

Os exames podem ser realizados na própria UAPS-2 ou em qualquer unidade de saúde do município. Em todos os locais, são obedecidas as normas sanitárias de distanciamento, uso de equipamentos de proteção e desenvolvidas ações para evitar a aglomeração de pessoas, garantindo proteção aos usuários e profissionais. 

A meta é que cada município realize ações de testagem do HIV e da sífilis nas unidades de saúde e também nas unidades da Secretaria Estadual de Administração Penitenciária que aderirem à campanha, com total segurança, adotando sempre as medidas de prevenção e proteção contra o Covid- 19. “A mesma recomendação aplica-se às ações extramuros, consideradas estratégicas na ampliação de acesso à testagem nas populações mais vulneráveis ao HIV e outras ISTs”, explica Daniela. 

Em Mogi das Cruzes, as equipes estão percorrendo unidades de acolhimento institucional para a oferta de testagens. Além disso, também está programada uma reunião online com o com membros da Coordenação do Fórum LGBT Mogiano, sobre o Dia Mundial do Combate à AIDS e ações na cidade.

DADOS 

Em 2019, foram diagnosticados 94 novos casos de HIV no município, conforme dados do SINAN-NET, sendo 75,5% dos casos no sexo masculino e 24,5% no sexo feminino. Em análise mais detalhada, foi observado aumento de 85,9 % dos casos em adolescentes e jovens adultos (na faixa etária de 17 a 39 anos) e a redução de casos na população acima de 50 anos. 

A UAPS 2 fica na rua Fausta Duarte de Araújo, 412, no Jardim Santista e o telefone para informações é 4738-5876.

Comentários

mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • Adicionar um comentário

    Gostou?
    Antes de Ir...

    SIGA A GENTE NAS REDES SOCIAIS