PS do Hospital Luzia de Pinho Melo, em Mogi, passa a atender apenas casos graves a partir da próxima semana

PS do Hospital Luzia de Pinho Melo, em Mogi, passa a atender apenas casos graves a partir da próxima semana

Pacientes com quadros mais simples deverão procurar pela rede primária de saúde. Unidade passa a ser referência da região para atendimento de pacientes em risco iminente.

A partir da próxima terça-feira (15), a unidade de pronto-socorro do Hospital Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes, passará a atender apenas casos graves de urgência e emergência. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, pacientes com quadros mais simples deverão procurar por unidades de pronto atendimento.

A medida foi definida após uma reunião da Comissão de Intergestores Regional (CIR), com representantes das Secretarias Municipais de Saúde. O objetivo, segundo a pasta, é otimizar a estrutura e o funcionamento da unidade, que passa a ser referência para as cidades do Alto Tietê.

O PS passará a atender casos mais complexos, em conformidade com o perfil assistencial do hospital, o que inclui, por exemplo, traumas, infartos, acidente vascular cerebral (AVC) e baleados. Dessa forma, serão acolhidos, especificamente, pacientes em risco iminente, levados à unidade por ambulâncias e serviços de resgate, bem como pessoas transferidas a partir de outros hospitais.

Ainda de acordo com a pasta, atualmente 73% dos atendimentos do pronto-socorro da unidade envolvem relatos de dor de cabeça, resfriado e trocas de receitas médicas. Segundo a Secretaria, isso sobrecarrega o serviço, já que esses casos deveriam ser resolvidos em serviços de rede primária.

A recomendação é que os pacientes com quadros de saúde mais simples procurem serviços de pronto atendimento, como o oferecido pelas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). A pasta informou também que os profissionais do hospital já estão dando orientações na recepção sobre as unidades de referência na cidade.

O Luzia de Pinho Melo também é referência regional para casos de Covid-19, oferecendo 23 leitos de enfermaria e 10 de terapia intensiva (UTI) para assistência aos moradores do Alto Tietê.

Deixe seu voto

mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • Adicionar um comentário

    Veja Também

    Log In

    Forgot password?

    Don't have an account? Register

    Forgot password?

    Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

    Your password reset link appears to be invalid or expired.

    Log in

    Privacy Policy

    Add to Collection

    No Collections

    Here you'll find all collections you've created before.

    Quer receber notificações em sua tela?
    Não
    Permitir Notificações