Secretaria do Verde de Mogi das Cruzes calcula emissão de carbono e realiza neutralização com plantio de árvores

Secretaria do Verde de Mogi das Cruzes calcula emissão de carbono e realiza neutralização com plantio de árvores

De acordo com estudo de “Pegada de Carbono”, foram emitidos 6,08 toneladas de CO2 entre setembro de 2019 e maio de 2020. Ação faz parte do programa Município Verde e Azul.

A Secretaria do Verde e Meio Ambiente de Mogi das Cruzes calculou a quantidade de gases do efeito estufa emitidos por suas atividades diárias no período de setembro de 2019 a maio de 2020. Após o estudo, chamado de “Pegada de Carbono” (Carbon Footprint), a pasta fez a neutralização da emissão correspondente com o plantio de 44 árvores.

A ação atende à diretiva QAAPRO – Proatividade e Qualidade do Ar, do Programa Município Verde e Azul e, segundo diretora de Meio Ambiente, Patrícia Césare, essa é uma das mais importantes da iniciativa. “Essa ação prevê que as instituições realizem seus inventários de emissões e adotem medidas para compensar o impacto delas no meio ambiente”, explica. No período analisado, a Secretaria emitiu um total de 6,08 toneladas de dióxido de carbono (CO2), referentes à frota veicular.

A partir desses resultados, a secretaria realizou as compensações de emissões correspondentes. “Nossa compensação/neutralização das emissões corresponderam ao plantio de 44 árvores para compensar toda essa emissão. Os cálculos utilizados levaram em consideração todo transito de veículos e atividades geradoras de emissões atmosféricas pelos trabalhos da secretaria”, detalha.

No site da Fundação SOS Mata Atlântica as pessoas interessadas podem consultar uma “calculadora de emissões”. Por meio da ferramenta é possível fazer o cálculo do volume de gases de efeito estufa emitidos, além da quantidade necessária de árvores a serem plantadas para neutralizar essas emissões.

“No processo de desenvolvimento de uma planta ocorre a fotossíntese, onde a planta usa a luz solar e retira do ar o gás CO2, que é fixado nas suas estruturas. A calculadora leva em consideração todos os processos biológicos do crescimento das árvores e permite que façamos o cálculo do quanto ela consegue sequestrar de gases CO2 no seu processo de crescimento”, comenta o diretor André Miragaia, da Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente.

Deixe seu voto

mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • Adicionar um comentário

    Veja Também

    Log In

    Forgot password?

    Don't have an account? Register

    Forgot password?

    Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

    Your password reset link appears to be invalid or expired.

    Log in

    Privacy Policy

    Add to Collection

    No Collections

    Here you'll find all collections you've created before.

    Quer receber notificações em sua tela?
    Não
    Permitir Notificações