Sesi vai distribuir 9,6 mil refeições por dia para 42 entidades sociais em Mogi, Suzano e Ferraz de Vasconcelos

Refeições com arroz, feijão, proteína e legumes serão produzidas durante todo o mês de maio. Entidades ficarão responsáveis por fazer a entrega para as famílias mais necessitadas.

O Serviço Social da Indústria de São Paulo (Sesi-SP) fará a distribuição de refeições gratuitas para comunidades carentes de Mogi das Cruzes, Suzano e Ferraz de Vasconcelos a partir desta sexta-feira (8).

Ao todo, 9,6 mil refeições serão produzidas diariamente e encaminhadas para 42 entidades sociais, que ficarão responsáveis por entregar às famílias que mais precisam, principalmente diante da crise provocada pelo novo coronavírus (Covid-19).

A população vai receber, de segunda-feira a sábado, refeições completas contendo arroz, feijão, proteína e legumes. A ação está prevista para acontecer ao longo de todo o mês de maio, nas cidades da região onde funcionam escolas do Sesi.

Em Suzano, 4,2 mil refeições serão produzidas por dia no Centro de Atividades (CAT) Max Feffer e distribuídas para 18 entidades assistenciais.

Em Mogi, 3,6 mil refeições vão ser preparadas nas cozinhas das escolas da Vila Oliveira e do CAT Nadir Dias de Figueiredo e encaminhadas para 15 projetos sociais. Já a escola do Sesi em Ferraz vai produzir 1,8 mil refeições por dia, para nove entidades.

“A produção das refeições é uma das contribuições da indústria regional para ajudar no enfrentamento dessa pandemia e para que as famílias possam enfrentar melhor esse período difícil. A estrutura das escolas, que estão sem os alunos, será direcionada para garantir às famílias em maior vulnerabilidade social uma alimentação saudável, fundamental para a condição de saúde”, diz José Francisco Caseiro, que é diretor do Sistema Fiesp/Ciesp no Alto Tietê.

No que diz respeito à distribuição, as entidades e os projetos sociais atendidos devem retirar as refeições nas escolas diariamente e, em seguida, entregar para a população sem gerar aglomerações, como medida de segurança diante da pandemia da Covid-19.

Além disso, a retirada das refeições por cada entidade será feita em horários agendados, das 10h30 às 12h30. Segundo o Sesi, serão pelo menos 100 profissionais envolvidos na ação.

“Como os alunos estão em férias escolares e, em breve, começarão a ter aulas a distância, vamos aproveitar a mão de obra de auxiliares, cozinheiros e nutricionista neste projeto para atender às famílias, que receberão refeições balanceadas e preparadas em cozinhas que atendem todas as boas práticas de higiene e segurança alimentar”, explica o diretor de Centros de Atividades do Sesi, Carlos Frederico D’Avila de Brito.

Comentários

mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • Adicionar um comentário