Homem é preso depois de atropelar pedestre e teste do etilômetro acusar embriaguez em Suzano

Vítima foi socorrida para a Santa Casa consciente, com ferimentos na perna. Suspeito pagou fiança de R$ 1 mil e vai responder em liberdade por “embriaguez ao volante” e “lesão corporal”.

Um pedreiro de 59 anos foi preso depois de atropelar um pedestre na Avenida Francisco Marengo, em Suzano, na noite de quinta-feira (17). O homem fez o teste do etilômetro, que acusou embriaguez ao volante e, por isso, ele foi preso. A vítima teve ferimentos na perna e foi socorrida consciente.

De acordo com o boletim de ocorrência do caso, policiais militares faziam patrulhamento pelo Jardim Dona Benta, quando moradores alertaram que um pedestre havia sido atropelado.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado e o homem ferido, um forneiro de 56 anos, foi socorrido com ferimentos na perna, mas consciente, para a Santa Casa do município.

Ainda segundo o relato dos policiais na delegacia, o homem não apresentava sinais de embriaguez, mas aceitou fazer o teste do etilômetro, que indicou 0,42 mg de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões.

O suspeito contou na delegacia que tinha bebido duas doses de cachaça em um bar que fica a poucas quadras de sua casa. Como considerou que estava bem, decidiu ir embora dirigindo. O pedreiro ainda contou que, ao passar pelo semáforo, que estava verde, um pedestre atravessou a rua e ele não teve tempo de frear. O homem ainda disse que imediatamente parou o carro para socorrer a vítima.

Na delegacia, foi arbitrada fiança de R$ 1 mil, que foi paga. O pedreiro vai responder em liberdade por embriaguez ao volante e lesão corporal culposa.

Comentários

mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • Adicionar um comentário

    Gostou?
    Antes de Ir...

    SIGA A GENTE NAS REDES SOCIAIS