Suzano firma contrato para reserva de leitos de UTI com hospital de Franco da Rocha

Reserva abrange 10 leitos e, segundo Prefeitura, se houver necessidade de usar esses leitos de retaguarda, o município colocará à disposição uma ambulância com suporte avançado dedicada ao transporte de pacientes.

A Prefeitura de Suzano reforçou o número de leitos de UTI para atendimento a pacientes infectados com pelo novo coronavírus. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o contrato emergencial foi firmado com um hospital de Franco da Rocha.

Com isso, Suzano terá a reserva de dez leitos de UTI no Hospital Previna. A Secretaria Municipal de Saúde informou que a reserva preventiva não tem custos; apenas em caso de utilização, com o valor diário de R$ 2,5 mil para cada leito. O contrato emergencial, firmado com a empresa Plena Saúde Ltda., tem vigência de 90 dias e prevê a disponibilização de até dez vagas no hospital.

Segundo a secretaria, a iniciativa é baseada em análise técnica das equipes de saúde e do setor jurídico da Prefeitura de Suzano, sendo que a escolha atende aos critérios de melhor custo-benefício em comparação com outras propostas levantadas. A secretaria ainda disse que o valor a ser investido é menor do que em unidades particulares da região, por exemplo, já que no Alto Tietê a cobrança apenas pela reserva chega a R$ 2 mil e pela utilização a R$ 5 mil, de acordo com pesquisa determinada pela legislação vigente.

A pasta explicou também que, se houver necessidade de usar esses leitos de retaguarda, o município colocará à disposição uma ambulância com suporte avançado dedicada ao transporte de pacientes, garantindo agilidade na transferência. “O mesmo ocorre em outras situações. Quando o Estado disponibiliza uma vaga no Hospital das Clínicas de São Paulo, por exemplo, o procedimento de transferência é o mesmo, independentemente da distância”, comentou o secretário municipal de Saúde, Luis Claudio Guillaumon.

Ao mesmo tempo, a cidade também aguarda, por parte do governo estadual, a liberação de leitos no Hospital Auxiliar das Clínicas de Suzano até o fim deste mês. Portanto, de acordo com a secretaria, a reserva no Hospital Previna seria mais uma alternativa de atendimento neste período, visto que hoje Suzano dispõe de 70 leitos intermediários e dez avançados no hospital de quarentena, 12 semi-intensivos no Pronto-Socorro Municipal (PS), dois com respiradores no Pronto Atendimento (PA) do distrito de Palmeiras e dez de UTI de retaguarda na Santa Casa de Misericórdia (um exclusivo para gestante), todos dedicados a pacientes diagnosticados com Covid-19.

Comentários

mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • Adicionar um comentário