Auxílio Emergencial: Beneficiários podem receber mais duas parcelas de R$ 300

O governo deve propor ao Congresso um valor adicional de R$ 600 por pessoa que já tem direito

O auxílio emergencial, criado em abril, para beneficiar trabalhadores informais que ficaram sem renda na pandemia, inicialmente seria pago até o mês de junho e agora pode ser prolongado. O governo deve propor ao Congresso um valor adicional de R$ 600 por pessoa que já tem direito. Segundo o G1, a preferência do presidente Jair Bolsonaro é que o valor seja dividido em duas parcelas de R$ 300.

Ainda segundo o site, a equipe econômica trabalhava com a ideia de estender a ajuda a três pagamentos de R$ 200. Uma fonte próxima do presidente, afirmou que Bolsonaro achou o valor de R$ 200 baixo. Por isso, a ideia de transformar em duas parcelas de valor maior.

O governo se preocupa ainda com o pagamento indevido a pessoas que não precisam receber e omitem dados ao se cadastrar. Segundo o Tribunal de Contas da União (TCU), mais de 8 milhões de pessoas podem ter recebido indevidamente o auxílio. Além disso, 11 milhões de pedidos ainda aguardam análise.

A proposta do governo precisará passar pelo Congresso Nacional, onde o tema é sensível. O primeiro auxílio chegou ao Congresso com o valor de R$ 200 reais mensais e, após acordo com o governo, subiu para R$ 600 ao mês. O impacto do auxílio que vem sendo pago é de mais de R$ 150 bilhões nas contas do governo.

Leave your vote

Comentários

mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • Adicionar um comentário

    Log In

    Forgot password?

    Don't have an account? Register

    Forgot password?

    Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

    Your password reset link appears to be invalid or expired.

    Log in

    Privacy Policy

    Add to Collection

    No Collections

    Here you'll find all collections you've created before.

    Quer receber notificações em sua tela?
    Não
    Permitir Notificações