Brasileiros registram pela primeira vez a formação de ‘micro-trombose’ em pacientes graves de Covid-19

Brasileiros registram pela primeira vez a formação de ‘micro-trombose’ em pacientes graves de Covid-19

Cientistas identificaram a formação de trombos em pacientes diagnosticados com a doença; coagulação é uma das resposta do sistema imunológico contra o ataque do novo coronavírus.

Pesquisadores de Ribeirão Preto registraram pela primeira vez os efeitos da Covid-19 no sistema circulatório. Um estudo publicado como prévia (pré-print) identificou a formação de coágulos microscópicos em pacientes mais graves da doença.

Segundo o artigo, de treze pacientes hospitalizados, onze apresentaram a formação de micro-trombos – que impedem a circulação – nos pequenos vasos localizados embaixo da língua.

  • Excesso de coagulação agrava casos de coronavírus e pode levar à morte
  • Brasileira é destaque por experiência com anticoagulante no tratamento da Covid

A coagulação excessiva é causada pela resposta que o corpo dá à infecção pelo coronavírus e a presença trombos foi encontrada na autópsia de diversos pacientes mortos pela infecção causada pelo coronavírus Sars-Cov-2.

Essa foi a primeira vez que cientistas identificaram e conseguiram documentar os coágulos em pacientes vivos (veja o vídeo acima).

“Nossa investigação demonstrou trombos na micro-circulação desde a início da hospitalização”, escreveram os cientistas.”Esse achado reforça que a trombose micro-vascular é uma característica da Covid-19.”

Doença sistêmica

Assinado por pesquisadores da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo em Ribeirão Preto, o artigo sugere que a trombose micro-vascular é sistêmica e pode afetar diferentes órgãos. Segundo os autores, os que têm maior capilaridade, como os pulmões, acabam mais comprometidos.

No pulmão, a trombose micro-vascular pulmonar pode levar a um efeito de ‘espaço morto’, disseram os cientistas. É quando há ventilação, mas não há oxigenação e acontece o que eles chamam de hipoxemia crítica, a falta de oxigênio no sangue.

Ainda segundo os pesquisadores, a trombose micro-vascular pode comprometer outras áreas como os rins, fígado e cérebro, e podem contribuir com a disfunção de múltiplos órgãos.

A pesquisa ainda é inicial e os cientistas explicaram que ainda é preciso mais investigações para entender melhor qual é o papel da trombose micro-vascular nos casos mais graves da doença.

O que causa os coágulos

O coronavírus provoca algumas reações no corpo da pessoa infectada – o “acionamento” do sistema imunológico é uma delas.

Mas em alguns casos a resposta corporal é muito forte. O mecanismo de defesa prevê a produção de uma espécie de proteína chamada interleucinas. A função delas é semelhante a uma “convocação” de glóbulos brancos para combater o coronavírus.

O problema é que alguns pacientes produzem interleucinas demais – cientistas usam a expressão ‘tempestade de interleucinas”. É esse excesso que causa coágulos no sangue.

Deixe seu voto

mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • Adicionar um comentário

    Veja Também

    Log In

    Forgot password?

    Don't have an account? Register

    Forgot password?

    Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

    Your password reset link appears to be invalid or expired.

    Log in

    Privacy Policy

    Add to Collection

    No Collections

    Here you'll find all collections you've created before.

    Quer receber notificações em sua tela?
    Não
    Permitir Notificações