Estado vai permitir chamada de vídeo entre detentos e parentes

O anúncio foi realizado em coletiva de imprensa na tarde desta quarta-feira, 22/7.

São Paulo vai permitir a visitação a detentos – prevista em lei – porém suspensa desde 20 de março por causa da pandemia do coronavírus, através de ligações de vídeo entre o presidiário e o familiar ou amigo. O anúncio foi realizado em coletiva de imprensa na tarde desta quarta-feira, 22/7.

Ao todo, 176 presídios vão adotar a medida, implantada para a realização de teleaudiências criminais. Ou seja, a partir de agora, os detentos poderão ser julgados por vídeo, evitando a transferência entre o presídio e o fórum.

Segundo a administração, a nova ação vai economizar cerca de R$ 3,7 milhões, com aumento de 17,5 vezes na capacidade do atendimento. As escoltas, que tiram os policiais das ocorrências das ruas para o atendimento da transferência, deverão diminuir 64,18%.

Para agendar hora, o familiar deve ir no site da Administração Penitenciária, aba Serviços > Conexão Familiar > Visita virtual e preencher um formulário. Somente pessoas cadastradas no hall de visitas do detento poderá participar. Coloca-se a matrícula do presidiário e após a checagem, o interessado receberá um link com o horário da reunião.

Comentários

mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • Adicionar um comentário

    Gostou?
    Antes de Ir...

    SIGA A GENTE NAS REDES SOCIAIS