Mãe e filha são presas transportando medicamentos controlados na Dutra

Os medicamentos seriam levados para uma clínica de reabilitação de dependentes químicos no RJ

Na manhã desta terça feira, 25/08, por volta das 11h, a Polícia Rodoviária Federal prendeu uma senhora de 68 anos e sua filha, de 46 anos, que estavam transportando aproximadamente 9.000 mil comprimidos de medicamentos controlados e de venda proibida, distribuídos na rede pública do Estado de São Paulo.

A apreensão ocorreu no km 18 da Rodovia Presidente Dutra, em Lavrinhas.

A equipe PRF abordou um ônibus de passageiros que realizava a linha SP x RJ. Ao vistoriar as bagagens dos passageiros, os policiais encontraram junto com as passageiras da poltrona 5 e 6 (mãe e filha) uma grande quantidade de medicamentos. As passageiras, relataram que foram contratadas pelo filho da idosa, que é terapeuta em uma clínica particular para reabilitação de dependentes químicos, para buscarem os medicamentos em UPAs da capital paulista, e no hospital central Sorocabana, e levá-los para a clínica, que fica na cidade de Seropédica, no Rio de Janeiro. 

Pelo transporte elas receberiam R$1 mil.

A ocorrência foi apresentada na Polícia Judiciária da cidade de Lavrinhas, onde as mulheres foram ouvidas e liberadas.

Os medicamentos foram apreendidos e encaminhados para o Instituto de Criminalística para perícia.

As mulheres informaram aos policiais que retiraram os medicamentos nas farmácias das UPAs mediante apresentação de receitas médicas, porém, durante a fiscalização não foi apresentada nenhuma cópia ou comprovante da origem legal desses medicamentos.

Total

9139 comprimidos/cápsulas

20 frascos

6 ampolas

Comentários

mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • Adicionar um comentário

    Gostou?
    Antes de Ir...

    SIGA A GENTE NAS REDES SOCIAIS