Conheça as Cidades do Alto Tietê

Região geográfica localizada no entorno do Rio Tietê, por isto o nome “Alto Tietê”.

Sobre a Região do Alto Tietê

O Alto Tietê é uma região geográfica localizada no entorno do Rio Tietê, por isso, o nome é oriundo da localização geográfica das cidades. O Rio Tietê tem sua nascente no município de Salesópolis, percorrendo parte dos municípios da região antes de chegar a capital paulista.

Os municípios da região são: Arujá, Biritiba Mirim, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Guarulhos, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Poá, Salesópolis, Santa Branca, Santa Isabel e Suzano, totalizando mais de 2.800.000 habitantes segundo estimativas do IBGE (fonte: Wikipedia).

Todos os seus municípios pertencem à Região Metropolitana de São Paulo e estão inseridos na Região Geográfica Imediata de São Paulo.

O Alto Tietê possui uma produção variada e riquíssima, que vai desde artigos manufaturados até verduras e legumes, passando pelas flores e pela água que abastece milhares de pessoas na região e na zona leste paulistana. Na região há polos industriais e estâncias turísticas.

Arujá

Arujá

Emancipou-se de Santa Isabel em 18 de fevereiro de 1959. 52% de seu território é considerado área de proteção de mananciais. Na cidade a preservação ambiental é bastante acentuada e visível, como em todos municípios limítrofes da região metropolitana. É conhecida como "Cidade Natureza". Está em processo de industrialização, em parte devido a proximidade de Guarulhos, que detém um dos dez maiores parques industriais do país.

Biritiba Mirim

Biritiba Mirim

Biritiba Mirim, em tupi-guarani, significa lugar pequeno onde nascem muitos biris. Se emancipou de Mogi das Cruzes em 1963. A cidade é servida amplamente por diversos rios, incluindo o Tietê. Apresenta alto grau de mata nativa da Mata Atlântica. É um dos "pulmões" da Grande São Paulo. Destaque para presença de imigrantes japoneses, vindo a partir de 1929 que até hoje, atuam no ramo hortifrutigranjeiro.

Ferraz de Vasconcelos

Ferraz de Vasconcelos

O nome da cidade deriva do engenheiro José Ferraz de Vasconcelos. É uma homenagem póstuma ao profissional da Central do Brasil que ajudou a implantar a estação de trem do município. Foi um dos "berços" da uva Itália no Brasil. Sua emancipação política-administrativa de Poá ocorreu em 1954.

Guararema

Guararema

Eleva a condição de cidade em 1906, Guararema tem um clima considerado por muitos como ótimo, muitas belezas naturais, e arquitetura histórica. Tudo isso confere à Guararema vocação turística. Um dos destaques da cidade é a Pedra Montada, no Parque Municipal da cidade.

Guarulhos

Guarulhos

É a cidade não capital de estado mais populosa do Brasil e é considerada a 12ª cidade mais rica do Brasil. Em 2016, registrou um Produto Interno Bruto (PIB) na ordem de 53,9 bilhões de reais, o que representou mais de 1% de todo PIB brasileiro na época. além de deter o 4º maior produto interno bruto (PIB) de seu estado e o 12º maior do país.

Itaquaquecetuba

Itaquaquecetuba

É uma das cidades mais populosas do Brasil, mais precisamente a 63ª. Pela cidade passa o Trópico de Capricórnio. A cidade possui forte vocação industrial, por causa de sua localização geográfica, por onde passam rodovias como a SP-56, SP-66 e rodovia Ayrton Senna e a proximidade com outros grandes centros urbanos como a capital e Guarulhos. É município desde 1953, quando se emancipou de Mogi das Cruzes. Destaque também para o Parque Ecológico do Tietê no qual divide com os dois municípios citados anteriormente.

Mogi das Cruzes

Mogi das Cruzes

É a segunda cidade mais populosa do Alto Tietê, 15ª de São Paulo. Recebeu e recebe forte influência japonesa. No últimos anos teve um crescimento econômico acentuado, com a chegada de novas empresas. Mogi das Cruzes alternou pobreza e progresso, como passagem e pouso de viajantes e é hoje centro administrativo do Alto Tietê. Suzano, Poá, Ferraz e Itaquaquecetuba, foram seus distritos no passado. Destaque para o "cinturão verde", que concentra a maior produção de hortifrutigranjeiros do país, as universidades UMC e UBC, setor de comércio e serviços dinâmicos e grande parque industrial. Hoje rivaliza com Suzano no qual foi seu bairro. Contém um Shopping de médio porte que contém sete salas de cinema.