Depois de fuga e perseguição, suspeito de atirar em ex-companheira é morto pela PM em Arujá

Depois de fuga e perseguição, suspeito de atirar em ex-companheira é morto pela PM em Arujá

Mulher disse que ex-companheiro invadiu a casa dela e que só teve tempo de empurrar o filho antes de ser atingida. Homem era foragido de presídio onde cumpria pena por homicídio.

Um homem, de 55 anos, foi morto por policiais enquanto fugia, depois de ter atirado na ex-companheira, em Santa Isabel, na noite de sábado (9), segundo a polícia. De acordo com o boletim de ocorrência do caso, na fuga o homem atirou contra os policiais, que revidaram, já em Arujá.

Segundo a polícia, o suspeito era fugitivo de uma penitenciária em Guarulhos, onde cumpria pena por homicídio. A mulher disse que o ex-companheiro não aceitava que ela tivesse um novo namorado.

De acordo com o boletim de ocorrência, no sábado a Polícia Militar foi chamada para atender um caso de tentativa de homicídio, no Jardim Eldorado, em Santa Isabel.

A vítima, de 31 anos, disse que o ex-companheiro invadiu o imóvel pela casa do vizinho, já com uma arma na mão. A mulher disse que só teve tempo de empurrar o filho e fechar a porta. Segundo a polícia, o suspeito fez três disparos com um revólver. Dois tiros atingiram a porta e um o punho da vítima.

A mulher foi socorrida para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Santa Isabel.

Um dos policiais militares que atenderam a ocorrência contou que a vítima e o filho dela apontaram o ex-companheiro, um homem de 55 anos, como o autor dos disparos. Eles disseram ainda que o suspeito fugiu em uma motocicleta vermelha e que morava no bairro dos Pimentas, em Guarulhos.

A vítima disse ainda que o ex-companheiro esteve preso e não aceitava que ela tivesse um novo namorado. A vítima foi transferida para o Hospital Santa Marcelina para uma cirurgia.

O caso foi registrado na delegacia e Arujá como tentativa de feminicídio, violência doméstica, homicídio e morte decorrente de intervenção policial.

Fuga e perseguição

Os policiais militares seguiram então para a saída de Arujá, que seria o principal caminho do suspeito. Quando estavam na Avenida Mário Covas, viram uma motocicleta com as características do veículo do suspeito e começaram uma perseguição.

Segundo o boletim de ocorrência, os policiais disseram que deram ordem de parada, mas a fuga continuou. A viatura da Polícia Militar, então, emparelhou ao lado do motociclista e um dos policiais informou que viu o suspeito tirar uma arma da cintura e atirar contra a viatura.

Segundo o boletim de ocorrência, nesse momento, o policial fez um disparo e o motociclista virou a moto para a contramão e continuou em fuga. Os policiais seguiram em perseguição também pela contramão.

Os PMs disseram que o suspeito jogou alguma coisa dentro de um rio que fica entre as faixas da avenida. Durante a perseguição, na contramão, o suspeito fez novos disparos que foram revidados pelos policiais.

Os policiais relataram ainda que o suspeito parou a motocicleta e eles conseguiram descer da viatura. O homem, de acordo com a polícia, apontou a arma para os policiais e fez dois disparos. Então, ainda segundo os relatos dos PMs, três policiais fizeram disparos na direção do suspeito, que foi atingido.

O Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) e o Corpo de Bombeiros foram acionados e constataram a morte do rapaz no local.

Nenhum policial se feriu. As armas dos policiais e do suspeito foram apreendidas.

Tags:
Fazer um comentário
Comentário
Nome
E-mail

Está Usando um Bloqueador?

Olá! Nosso site exibe anúncios, se você estiver com o bloqueador de anúncios ativado não irá conseguir ver o site de forma correta. Por favor, desabilite o bloqueador. Obrigado!