Após quatro anos sem fiscalização eletrônica, 18 novos radares começam a operar em vias municipais de Itaquaquecetuba em janeiro

Após quatro anos sem fiscalização eletrônica, 18 novos radares começam a operar em vias municipais de Itaquaquecetuba em janeiro

Equipamentos já começaram a ser instalados, mas dia em específico do início da operação ainda não foi informado. Cidade estava sem radar desde 2015.

Inicialmente previsto para ainda este ano, o começo da fiscalização das vias municipais de Itaquaquecetuba por meio de 18 radares ficará para janeiro de 2020, conforme informou a Prefeitura. Os equipamentos já estão sendo instalados nas vias da cidade.

O município estava sem radar desde 2015. Desde então, segundo os dados do Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo (Infosiga), a cidade vem em constante redução no número de vítimas fatais.

Na comparação dos dados acumulados entre janeiro a outubro, os números mostram que em 2015 foram registradas 43 mortes. No ano seguinte, 35; 33 em 2017; 30 em 2018 e 28 em 2019.

Segundo a Prefeitura, os radares vão ajudar a mapear locais potencialmente suscetíveis a acidentes, trabalhar com a educação do trânsito e, principalmente, fazer o monitoramento das vias, aumentando significativamente a segurança no município.

“Através de um estudo técnico realizado por uma equipe de engenheiros de trânsito, foram obtidos dados de todo município, onde foram identificados os locais com altos índices de acidentes, circulação de veículos, de pedestres e ciclistas”, informou a Prefeitura.

Com a instalação dos radares de fiscalização e monitoramento será possível coletar dados de origem/destino, volumetria classificada das vias, e também, trabalhar junto à inteligência da Polícia Militar, a fim de identificar veículos que são produtos de roubo ou furto, com pendências judiciais, observar as rotas utilizadas pelos veículos que passam pela cidade, inclusive rotas de fuga, sendo que haverá a transmissão online em tempo real das informações de tráfego e relatórios das placas lidas de acordo com o protocolo do Centro de Operações da Polícia Militar do Estado de São Paulo.

Serão utilizados radares fixos e mistos, todos visíveis, já os radares estáticos (tripés) que ocasionam uma percepção de efeito surpresa nos motoristas, segundo a administração municipal, não serão instalados, porque o objetivo principal não é a fiscalização de velocidade e sim monitorar o tráfego nas divisas do município a fim de reforçar a segurança e também a diminuição de acidentes.

O início da operação dos equipamentos está previsto para o mês de janeiro, ainda sem data definida, mas a população será avisada previamente.

Lista de vias que terão fiscalização por radares

  • Estrada de Santa Isabel – Jardim Itapuã
  • Estrada Municipal do Mandi – Jardim Odete
  • Estrada do Bonsucesso – Rio Abaixo
  • Estrada da Figueira – Rio Abaixo
  • Rod. João Afonso de Souza Castellano – Vila Bartira
  • Av. Italo Adami – Aracaré
  • Av. Miguel Badra – Aracaré
  • Estrada do Pinheirinho Velho x Estrada do Preju – Marengo
  • Estrada do Pinheirinho Novo – Chacara Holliday
  • Rod. João Afonso de Souza Castellano – Aracaré
  • Estrada Governador Mario Covas – Mandi
  • Av. Ítalo Adami x Rod. João Afonso de Souza Castellano – Rancho Grande
  • Rod. Alberto Hinoto x Av. João Barbosa de Moraes – Centro
  • Rod. João Afonso de Souza Castellano x Rua Ferraz de Vasconcelos – Vila Bartira
  • Rod. Alberto Hinoto x Estrada dos Índios – Jardim Caiuby
  • Av. Pedro da Cunha Albuquerque Lopes – Jardim Patrícia
  • Av. Ítalo Adami – Aracaré
  • Av. Miguel Badra – Aracaré

Fazer um comentário
Comentário
Nome
E-mail

Está Usando um Bloqueador?

Olá! Nosso site exibe anúncios, se você estiver com o bloqueador de anúncios ativado não irá conseguir ver o site de forma correta. Por favor, desabilite o bloqueador. Obrigado!