Jovem faz mapeamento de problemas em bairro de Itaquaquecetuba e envia para a Prefeitura

Jovem faz mapeamento de problemas em bairro de Itaquaquecetuba e envia para a Prefeitura

Fotos mostram desde buracos e falta de calçada até descarte irregular de lixo e falta de iluminação. A Prefeitura afirma que a maior parte dos problemas está no cronograma de serviços; outros precisam de apoio de outras esferas do governo e da população.

Um jovem resolveu mapear os problemas enfrentados pelos moradores do Jardim Nápoli II, bairro que frequenta em Itaquaquecetuba. As ruas têm desde buracos e falta de iluminação até descarte irregular de lixo. A ação tem como objetivo facilitar para a Prefeitura realizar as manutenções que são cobradas há anos. A Prefeitura afirma que a maior parte dos problemas está no cronograma de serviços; outros precisam de apoio de outras esferas do governo e da população.

Na Rua Feira de Santana, os problemas começam pelo desnível da rua para a ladeira. O trecho foi asfaltado onde era uma calçada e está, há duas décadas, com o desnível. Além disso, as calçadas estão tomadas de mato.

Junto do restos de poda e terra tem copo plástico que pode virar criadouro do mosquito da dengue. Há ainda frasco de perfume, embalagem plástica, e até par de sapatos. Fora a falta de iluminação pública. E onde tem luz, funciona quando não precisa. Toda essa situação chamou a atenção do servidor público Felipe Figueiredo.

“O tamanho do buraco, a chance de acontecer algum acidente aqui, o acúmulo de lixo. Não só aqui, mas em outras ruas do bairro. O máximo que fazem aqui é amontoar e cortar este mato e deixar assim, até que nasce de novo”, conta.

Ele tirou fotos e mandou um e-mail para a Prefeitura, para que alguma providência fosse tomada. Isso foi no começo do ano passado. Depois disso, ele foi informado de que encaminharam para a Secretaria de Serviços Urbanos. “Mas não obtivemos respostas”, diz.

Como ninguém deu atenção, ele e a namorada começaram a percorrer as ruas e as avenidas mapeando os problemas. O Felipe tira foto e anota o endereço no celular. Os problemas ficam marcados com pontos azuis. Quando clica nele dá para ver o endereço e a reclamação. Exemplo: Rua Seis – calçadas ruins, lama e buracos.

No cruzamento das ruas Seis e Cinco, no Jardim Nápolis II, o que era para ser uma praça se transformou em uma mata. E também está virando ponto irregular de descarte de lixo. Para a estagiária em engenharia eletrônica Nayara Vieira, moradora há mais de 20 anos no local, outro problema é a falta de visão de uma rua para outra.

“Principalmente em todas as curvas. Parece que foi uma pessoa qualquer que fez. Não houve um planejamento, uma engenharia para fazer isso. Aqui tanto é ruim para o motorista quanto para o pedestre”, afirma.

Os moradores entendem que a cidade é grande e que por isso a Prefeitura não consegue ver todos os problemas. Mas, para eles, agora que está tudo mapeado não tem desculpa. “Espero que algo seja feito para o pessoal do Nápolli, para que não fique parado”, disse.

Sobre a limpeza da Praça mostrada na reportagem, a Prefeitura de Itaquaquecetuba informou que ela consta na programação de serviços de limpeza. Em relação à sujeira na Rua Feira de Santana, ainda de acordo com a administração municipal, as ações para inibir os criadouros do mosquito Aedes aegypti dependem da colaboração dos moradores. A orientação é para que todos não joguem lixo na rua.

Sobre a falta de iluminação, a Prefeitura informou que os locais apontados estão na programação de serviços. Já sobre a questão da falta de calçada e do desnível na Rua Feira de Santana, a Prefeitura informou que os problemas persistem há mais de 20 anos no local e a administração necessita de recursos de convênios com o estado e a união para que a obra seja realizada.

Fazer um comentário
Comentário
Nome
E-mail

Está Usando um Bloqueador?

Olá! Nosso site exibe anúncios, se você estiver com o bloqueador de anúncios ativado não irá conseguir ver o site de forma correta. Por favor, desabilite o bloqueador. Obrigado!