Casal de Suzano cai em golpe e paga R$ 1,5 mil em jogo de panelas falsificadas

Casal de Suzano cai em golpe e paga R$ 1,5 mil em jogo de panelas falsificadas

Segundo as vítimas, vendedoras disseram que panelas eram importadas e de última geração. Ao testar, eles perceberam que as panelas eram de péssima qualidade.

Um golpe comum no Sul do país tem feito vítimas no Alto Tietê. Vendedores oferecem jogos de panela supostamente importados e de última geração, mas que apresentam danos nos primeiros usos. Uma moradora de Suzano foi vítima. Ela pagou R$ 1,5 mil por um kit.

Quem olha para o jogo de panelas que o casal Liliane Rodrigues dos Santos e Antônio Vioto comprou realmente acredita que se trata de um material importado e de boa qualidade. Os utensílios são pesados e brilhantes.

Na caixa, o valor está em euro e a referência indica que o produto é da Alemanha. As vítimas foram atraídas por essas características e pela conversa das vendedoras.

O aposentando Antônio conta que foi abordado no estacionamento de um supermercado.

Um golpe comum no Sul do país tem feito vítimas no Alto Tietê. Vendedores oferecem jogos de panela supostamente importados e de última geração, mas que apresentam danos nos primeiros usos. Uma moradora de Suzano foi vítima. Ela pagou R$ 1,5 mil por um kit.

Quem olha para o jogo de panelas que o casal Liliane Rodrigues dos Santos e Antônio Vioto comprou realmente acredita que se trata de um material importado e de boa qualidade. Os utensílios são pesados e brilhantes.

Na caixa, o valor está em euro e a referência indica que o produto é da Alemanha. As vítimas foram atraídas por essas características e pela conversa das vendedoras.

O aposentando Antônio conta que foi abordado no estacionamento de um supermercado.

Depois do susto, ficou a lição de sempre desconfiar de ofertas que parecem imperdíveis. “Agora é pensar 10 vezes e analisar para não cair em um golpe desses ou em outro qualquer. Atenção agora é redobrada”, afirma Antônio.

“O que é barato sai caro. Deu muito transtorno para nós, dor de cabeça. Tudo mais. Mas aprendemos a lição”, conta Liliane.

O Diário TV entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública para saber se foram registrados outros casos como esse na delegacia de Suzano e como está a investigação, mas ainda não teve retorno.

Tags:
Fazer um comentário
Comentário
Nome
E-mail

Está Usando um Bloqueador?

Olá! Nosso site exibe anúncios, se você estiver com o bloqueador de anúncios ativado não irá conseguir ver o site de forma correta. Por favor, desabilite o bloqueador. Obrigado!