Vídeo pode ajudar Delegacia de Homicídios de Mogi das Cruzes na investigação de tiroteio em posto em Itaquaquecetuba

Vídeo pode ajudar Delegacia de Homicídios de Mogi das Cruzes na investigação de tiroteio em posto em Itaquaquecetuba

A namorada de um dos guardas e dois homens que estavam em um carro morreram no assalto. Imagens foram publicadas em rede social por um dos homens baleados no local.

Um vídeo pode ajudar a Delegacia de Homicídios de Mogi das Cruzes na investigação de um caso de tiroteio em um posto de combustíveis em Itaquaquecetuba.

O caso deixou três mortos no sábado (12), feriado de Nossa Senhora Aparecida. Guardas municipais de Itapecirica da Serra foram assaltados e reagiram.

As imagens foram postadas em uma rede social por um dos supostos suspeitos do crime. Kauê Oliveira Francisco foi o único ocupante do carro que sobreviveu.

Ele, Rodnei Alves dos Reis e Bruno Nascimento de Souza estavam em um carro prata que chegou no posto no mesmo momento em que dois homens se aproximam dos guardas municipais.

A Delegacia de Homicídios de Mogi das Cruzes investiga a hipótese de que os três homens no veículo não tenham qualquer envolvimento com o assalto.

No vídeo postado na internet, os três aparecem dentro do carro. Kauê Oliveira Francisco está no banco do passageiro e Rodnei Alves dos Reis dirige o carro, enquanto Bruno Nascimento de Souza aparece dormindo no banco de trás. Reis fala no vídeo “sorvete tem, água tem vamos para cima.”

E Oliveira Francisco completa “1,5 mil palitos”. Segundo a polícia, dentro do carro foram encontrados três celulares, R$ 322, caixas com copos d’água e sorvetes.

Um dos mortos, Bruno Nascimento de Souza, era ambulante e tinha três filhos.

Para a família ele saiu de casa dizendo que que iria vender sorvetes em Aparecida, de onde estava voltando.

A mãe de Souza disse que ele era ambulante e tinha três filhos. Ela contou que o filho insistiu para ir para Aparecida vender sorvete.

“Saiu de manhã, falando: ‘tchau mãe, tô indo vender na Aparecida’. Ele vendia nos eventos, né?”, disse a mãe por telefone.

Mais imagens

As câmeras do posto filmaram o momento do crime. Os guardas e as namoradas estão na área de abastecimento quando dois homens chegam à pé.

Assim que se aproximam chega um carro prata, mas ninguém sai do veículo. Os ladrões apontam as armas e rendem as vítimas.

Um dos criminosos sobe na motocicleta que está atrás da bomba de combustível.

Mas quando eles estão saindo começa uma troca de tiros. Uma mulher de blusa clara no chão foi baleada e morreu no local.

Um dos guardas que está em pé atira na direção do carro e três homens são baleados, sendo que dois morrem. As vítimas são Rodnei Alves dos Reis e Bruno Nascimento de Souza.

As câmeras do posto também flagraram quando o único sobrevivente sai do carro.

Kauê Oliveira Francisco levou um tiro na mão. Mesmo no chão e machucado, ele é agredido por um dos guardas municipais com vários chutes e coronhadas.

O guarda pede ajuda para imobilizar o homem que foi preso depois.

A Delegacia de Homicídios de Mogi das Cruzes investiga a hipótese de que os três homens no veículo não tenham qualquer envolvimento com o assalto.

Na delegacia, o sobrevivente afirmou que voltava de Aparecida, que não participou do roubo e também era ambulante.

O roubo

Dois guardas municipais de Itapecerica da Serra voltavam de Aparecida junto com as companheiras, de motocicleta, e fizeram uma parada no posto de combustíveis na Rodovia Ayrton Senna.

Eles contaram para a polícia que foram abordados por criminosos em um carro. Os assaltantes exigiram a moto.

Na versão de um dos guardas, a moto já havia sido entregue quando um dos criminosos disparou.

Ele afirmou que houve troca de tiros e a namorada de um deles, a enfermeira Roberta Maria de Franca, de 35 anos, foi baleada e não resistiu.

Dois homens que estavam no carro, Rodnei Alves dos Reis e Bruno Nascimento de Souza, foram baleados e morreram. Kauê Oliveira Francisco levou um tiro na mão e foi preso ainda no local.

Já um suspeito de 20 anos, que deixou o local na motocicleta de um dos GCMs, procurou atendimento na Santa Casa de Suzano, com um tiro no pé, e foi detido após receber alta médica na noite de sábado.

O outro homem que fugiu com a moto ainda é procurado.

Na delegacia de Itaquaquecetuba, os dois presos foram reconhecidos pelas vítimas e testemunhas, segundo o registro policial da ocorrência.

O caso foi registrado como roubo seguido de morte. A motocicleta roubada foi encontrada na região do 50º DP, em Itaim Paulista.



Fazer um comentário
Comentário
Nome
E-mail