Máscara com válvula espalha coronavírus com mais facilidade

Máscara com válvula espalha coronavírus com mais facilidade

Conclusão é de um estudo comparativo feito pelo Instituto Nacional de Padrões e Tecnologia dos Estados Unidos

Pessoas que usam máscaras com válvulas podem estar mais protegidas de contraírem o coronavírus, mas se já estiverem infectadas, vão espalhá-lo com mais facilidade no ar.

É o que mostra um estudo feito por cientistas do Instituto Nacional de padrões e Tecnologia dos Estados Unidos, publicado nesta terça-feira (10) na revista científica Physics of Fluids.

Em vídeos, os pesquisadores compararam a saída do fluxo de ar através de máscaras com e sem filtro.

“Esses vídeos mostram como as válvulas permitem que o ar saia da máscara sem filtrá-lo, o que vai contra o propósito da máscara”, observa Matthew Staymates, engenheiro de pesquisa do instituto.

Anúncio Patrocinado

As válvulas fazem com que a pessoa que utiliza a máscara respire com mais facilidade. Esse tipo de proteção é utilizado normalmente por quem precisa se proteger em ambientes com poeira ou em hospitais infectados.

Entretanto, no caso da covid-19, não é necessário apenas evitar que você se contamine, mas também que não transmita o vírus para outras pessoas se eventualmente estiver infectado.

“Não uso máscara para me proteger, uso para proteger meu vizinho, porque posso ser assintomático e espalhar o vírus sem saber. Se estou usando uma máscara com uma válvula, não estou ajudando”, acrescenta o pesquisador.

A válvula é projetada para permitir que o ar escape sem ser filtrado. Máscaras com válvulas não retardam a propagação do coronavírus e não devem ser usadas para esse fim, de acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doença (CDC) dos Estados Unidos.

Anúncio Patrocinado
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Artigos Relacionados

Outras Notícias

Alto Tietê Online Receba novidades e notificações na tela do seu dispositivo.
Não
Permitir Notificações