São Paulo também analisa o fim da fase emergencial, prorrogada até o dia 11

Em entrevista à GloboNews, o vice-governador Rodrigo Garcia admitiu que o Estado estuda permitir a retomada, de maneira escalonada, de alguns setores da economia. São Paulo também analisa o fim da fase emergencial, prorrogada até o dia 11. Com isso, os 645 municípios do Estado podem avançar à etapa vermelha.

O vice não informou quais setores seriam diretamente beneficiados. Entretanto, deixou claro que a proposta é estudada pelo governo. “Não temos expectativa concreta de abertura, de ‘liberou geral’ a partir da semana que vem. Podemos até avaliar setores ou segmentos que podem voltar a funcionar de maneira escalonada no estado de São Paulo, mas epidemia ainda está em alta”, afirmou Garcia.

Os índices de evolução da pandemia estão sendo analisados pelo Estado, que leva em conta números de casos, óbitos e a ocupação dos leitos. Segundo Garcia, a fase emergencial provocou melhorias nos balanços da Saúde. “Os efeitos que tivemos desses fechamentos nas últimas semanas são positivos. Nós vínhamos numa escalada de internações, e na última semana houve diminuição – o que nos sinaliza uma certa estabilização, mas não queda necessária para que nós pudéssemos ter flexibilização maior”, complementou o vice-governador.

Na fase vermelha, o comércio essencial continua fechado. Contudo, em regra, as retiradas de alimento são permitidas e as recomendações para igrejas e supermercado também são afrouxadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *