Nova rodada do Auxílio Emergencial: o que já se sabe e o que falta saber

Governo já sinalizou que pagamento deverá ser feito em quarto parcelas; valor médio será de R$ 250, mas pode variar conforme o perfil do beneficiário.

Com o agravamento da pandemia de coronavírus em todo o país, o governo se prepara para promover uma nova rodada do Auxílio Emergencial.

A equipe econômica espera pela aprovação da proposta de Emenda à Constituição (PEC) Emergencial para viabilizar a nova rodada do benefício. A proposta já foi aprovada pelo Senado e deve ser votada na Câmara dos Deputados nesta semana.

Veja o que já se sabe e o que falta saber sobre o pagamento:

Valor das parcelas

O governo sinalizou que os valores do benefício vão variar conforme o perfil do beneficiário. Segundo o ministro da Economia, Paulo Guedes, a nova rodada do Auxílio Emergencial contemplará valores entre R$ 175 e R$ 375. Ainda, segundo ele, o valor médio será de R$ 250.

Sobre valores, o que o ministro disse nesta segunda-feira (8):

  • Uma família monoparental, dirigida por uma mulher, deve receber R$ 375;
  • Um homem sozinho deve receber R$ 175;
  • Para uma casal, o benefício deve ser de R$ 250.

Número de parcelas

O governo já indicou que a nova rodada deverá ser paga em quarto parcelas. Mas não há confirmação.

Quem recebe

A equipe econômica ainda não deixou claro quem poderá receber o Auxílio Emergencial.

Na primeira leva de pagamentos, foram contemplados beneficiários do Bolsa Família e trabalhadores informais, autônomos, desempregados e Microempreendedores Individuais (MEIs)

Ao todo, 68 milhões de brasileiros receberam o auxílio no ano passado. Neste ano, o governo já indicou que a quantidade de beneficiários deve diminuir, mas ainda não deu os números.

Como se inscrever?

O governo indicou que não deverá abrir inscrições. A seleção deverá se feita a partir dos beneficiários inscritos no programa original.

Quando começa o pagamento?

O pagamento da nova rodada do Auxílio Emergencial deve começar ainda este mês, segundo integrantes do governo e do legislativo.

Como será feito o pagamento?

A expectativa é que as parcelas da nova rodada sejam pagas da mesma forma que as anteriores: em conta poupança digital da Caixa.

O que falta para o benefício sair?

O governo espera a aprovação da PEC Emergencial. A proposta já foi recebeu o aval do Senado e deve ser votada pela Câmara dos Deputados nesta semana.

O texto flexibiliza regras fiscais para abrir espaço para a retomada do programa. Isso porque, pela PEC, a eventual retomada do auxílio não precisará ser submetida a limitações previstas no teto de gastos.

A proposta concede autorização para descumprimento das limitações somente para a União, tentando evitar maior deterioração das contas de estados e municípios.

O texto determina ainda que as despesas com o novo programa serão previstas por meio de abertura de crédito extraordinário, a ser encaminhado pelo governo para análise do Congresso.

Leave your vote

Comentários

mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • Adicionar um comentário

    Log In

    Forgot password?

    Don't have an account? Register

    Forgot password?

    Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

    Your password reset link appears to be invalid or expired.

    Log in

    Privacy Policy

    Add to Collection

    No Collections

    Here you'll find all collections you've created before.

    Quer receber notificações em sua tela?
    Não
    Permitir Notificações