Polícia Militar prende duas mulheres com R$ 2,7 mil em notas falsificadas em Guararema

Polícia Militar prende duas mulheres com R$ 2,7 mil em notas falsificadas em Guararema

Suspeitas tentavam comprar sorvete com uma nota de R$ 100 falsificada. Segundo a polícia, as duas já tinham aplicado o mesmo golpe em uma loja da cidade no dia 2 de outubro.

Depois de pagar um sorvete com uma nota falsificada de R$ 100, duas mulheres foram presas em Guararema nesta terça-feira (8). Com as suspeitas a Polícia Militar apreendeu 27 cédulas falsas de R$ 100.

A polícia informou ainda que elas já tinham agido no município no dia 2 de outubro. Na ocasião, após a denúncia do comerciante ao Centro de Segurança Integrada (CSI), a placa do carro foi identificada, possibilitando a prisão nesta terça-feira.

De acordo com o boletim de ocorrência, por volta das 15h30, duas mulheres, uma de 26 anos e outra de 30 anos, estiveram em uma sorveteria no Centro de Guararema na tarde de terça-feira.

Segundo a polícia, nesta terça, elas pegaram sorvetes e, ao pagar, deram uma cédula de R$ 100. A funcionária do comércio desconfiou que a cédula pudesse ser falsificada e chamou a dona da sorveteria.

Ao serem questionadas, as mulheres afirmaram que haviam sacado o dinheiro no banco e não poderiam ficar no prejuízo. Então, deixaram o sorvete no balcão e saíram do estabelecimento, levando a nota de R$ 100.

A PM informou que, por já ter a identificação do carro, localizou o veículo. Segundo os policiais, uma das mulheres estava com uma cédula no bolso e outras 26 notas de R$ 100 falsificadas foram encontradas no carro.

A repetição das numerações de série e o fato de apresentarem o mesmo aspecto levou os policiais a concluírem que as cédulas eram falsificadas. Elas foram apreendidas e as mulheres foram levadas até a delegacia.

De acordo com a polícia, elas confessaram que as notas eram falsificadas e que pretendiam dividir o troco que receberiam na sorveteria.

As suspeitas disseram ainda que na semana passada estiveram na cidade e que fizeram uma compra em uma loja de brinquedo e dividiram o troco.

Uma das mulheres disse que recebeu R$ 3 mil em cédulas de R$ 100, referentes a uma venda de roupas que fez para uma pessoa que não soube identificar.

Ela disse que, depois disso, descobriu que as notas eram falsificadas e decidiu fazer compras em comércios, porque não queria ficar no prejuízo.

O caso foi registrado como crime de “moeda falsa” na delegacia da cidade. As suspeitas ficaram presas e foram encaminhadas para a cadeia de Poá.

As notas foram apreendidas e encaminhadas para a perícia.

Tags:
Fazer um comentário
Comentário
Nome
E-mail