Guararema e Suzano decidem não retomar aulas presenciais em 2020

Em Suzano, decreto permite apenas o retorno no ensino superior. Outras cinco cidades da região já tinham anunciado que não retomam as aulas físicas neste ano.

As prefeituras de Guararema e Suzano decidiram que não vão retomar as aulas em 2020. Em Mogi das Cruzes, um decreto suspende as aulas até sexta-feira (6) e haverá uma reunião nesta quinta (5) para definir se haverá ou não prorrogação dessa medida.

As prefeituras de Arujá, Ferraz de Vasconcelos, Itaquaquecetuba, Poá e Santa Isabel já tinham anunciado que não retomariam as aulas presenciais em 2020. O governo do Estado liberou a volta às aulas desde 8 de setembro, mas a decisão depende de cada Prefeitura. No Alto Tietê, por enquanto, nenhuma cidade permitiu que as aulas presenciais voltassem em escolas públicas ou particulares.

Biritiba Mirim informou que não há previsão de retorno para a volta das aulas presenciais na cidade. No último levantamento do Condemat, as aulas presenciais em Salesópolis estavam suspensas até 5 de novembro.

De acordo com a Prefeitura de Suzano, o decreto municipal 9.432/2020 estabelece que as atividades pedagógicas presenciais em todas as escolas localizadas no município estão suspensas até 31 de dezembro. A determinação é válida para escolas municipais, estaduais e particulares, da creche ao ensino médio. A administração municipal aponta ainda que este prazo pode ser prorrogado enquanto perdurar o estado de calamidade pública no município.

PUBLICIDADE

Já em relação às instituições de ensino superior, a Prefeitura informou que o decreto estabelece que o retorno das atividades educacionais das instituições de ensino superior ficará “a critério das respectivas mantenedoras, observadas as cautelas sanitárias aplicáveis e o disposto na legislação própria”.

Comentários

mood_bad
  • Nenhum comentário.
  • Comentar
    Alto Tietê Online Quer receber notificações de novidades, promoções e outros assuntos?
    Dispensar
    Permitir Notificações