Guarulhos: “Transporte público pode parar”, diz sindicato dos motoristas e cobradores de ônibus em comunicado

O Sincoverg emitiu um comunicado nesta quinta-feira, 17/6, denominado “O transporte público pode parar”. Na pauta, há reivindicações de melhorias nas condições de trabalho e salariais para a categoria.

Segundo a publicação, os profissionais trabalharam heroicamente em meio à pandemia, sob risco de contaminação e, mesmo assim, têm sido tratados com descaso por empresas de ônibus e poder público. O setor ainda alega não receber reajustes nos vencimentos desde 2019.
Após negociação com o Estado, a categoria foi incluída no cronograma de vacinação e, em Guarulhos, ainda é pauta na campanha. No entanto, os trabalhadores do transporte receberam a primeira dose da vacina contra o coronavírus em meados de maio.

O portal GuarulhosWeb procurou o sindicato a respeito de uma plenária desta quinta-feira, mas ainda não obteve retorno a respeito das decisões tomadas em reunião.
As entidades do setor organizam, desde o início do mês, uma paralisação estadual no dia 21. No último dia 10, entretanto, a Prefeitura de São Paulo entrou com liminar contra o movimento e obteve medida liminar para garantir que a população seja avisada com antecedência em caso de paralisação do sistema de ônibus. A medida, que vale para a capital, pode provocar multa de R$ 200 mil em caso de desobediência do sindicato.

PUBLICIDADE

Comentários

mood_bad
  • Nenhum comentário.
  • Comentar
    Alto Tietê Online Quer receber notificações de novidades, promoções e outros assuntos?
    Dispensar
    Permitir Notificações