Mogi das Cruzes decide não retomar aulas presenciais em 2020

Mogi das Cruzes decide não retomar aulas presenciais em 2020

Informação foi divulgada nesta quinta-feira (5). Aulas voltam no ano que vem, após o período de férias, e não haverá reprovação referente a 2020.

A Prefeitura de Mogi das Cruzes decidiu que não retomará as aulas presenciais em 2020. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (5) após uma reunião entre a Secretaria Municipal de Educação e o Comitê Gestor de Retomada Gradativa das Atividades Econômicas.

Com a decisão, o retorno dos alunos às escolas deve ocorrer somente em 2021, após as férias de janeiro, que foram mantidas. Durante o ano que vem, o estudantes devem ter duas horas de aula a mais por semana. Ainda segundo a Prefeitura, não haverá reprovação referente ao ano de 2020.

Aulas suspensas

A suspensão das aulas presenciais, determinada por causa da pandemia da Covid-19, havia sido prorrogada na cidade até a próxima sexta-feira (6). A decisão valia também para as redes estadual e particular de ensino da cidade.

Em setembro a cidade chegou a publicar um protocolo sanitário para a educação, inclusive, com recomendações para o transporte escolar. Também foram feitos estudos, como uma consulta pública e a testagem de alunos, mas atividades presenciais permaneceram suspensas.

Anúncio Patrocinado

No início de outubro, promotores de Justiça expediram uma recomendação à Prefeitura contra o retorno das atividades escolares ainda neste ano. Os motivos, segundo a orientação, eram o risco de contaminação pelo novo coronavírus e seus impactos que à saúde pública.

Na época, a Secretaria Municipal de Educação informou em nota que acolhia como positiva e coerente a recomendação do Ministério Público. Disse ainda que ela somava aos estudos e medidas que vinham sendo adotadas pela administração municipal.

Com o anúncio desta quinta, a medida permanece até o final do ano letivo. Até lá, as escolas permanecem com aulas on-line e métodos de ensino remoto.

Outras cidades

As prefeituras de Arujá, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Itaquaquecetuba, Poá, Santa Isabel e Suzano já tinham anunciado que não retomariam as aulas presenciais em 2020.

Biritiba Mirim informou que não há previsão de retorno para a volta das aulas presenciais na cidade. No último levantamento do Consórcio de Desenvolvimento do Alto Tietê, as aulas presenciais em Salesópolis estavam suspensas até 5 de novembro.

Anúncio Patrocinado

O governo do Estado liberou a volta às aulas desde 8 de setembro, mas a decisão depende de cada Prefeitura. No Alto Tietê, por enquanto, nenhuma cidade permitiu que as aulas presenciais voltassem em escolas públicas ou particulares.

Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Artigos Relacionados

Outras Notícias

Alto Tietê Online Receba novidades e notificações na tela do seu dispositivo.
Não
Permitir Notificações