Mogi cadastra moradores em situação de vulnerabilidade que precisam receber alimentos

Mogi cadastra moradores em situação de vulnerabilidade que precisam receber alimentos

Iniciativa ganhou o nome de “Mogi Contra Fome”. Pessoas físicas e jurídicas podem ajudar o projeto.

Os moradores de Mogi das Cruzes impactados pela pandemia de Covid-19, e que precisam de alimentos podem se cadastrar no projeto Mogi Contra Fome.

O formulário está disponível no site da Prefeitura. O cadastro solicita dados pessoais e também informações sobre a composição familiar, com o intuito de identificar a situação de vulnerabilidade do inscrito.

A Prefeitura destaca que para receber o auxílio com alimentos é preciso que os moradores da cidade se enquadrem no perfil de vulnerabilidade social e que estejam cadastrados no sistema.

Confira alguns dos critérios que serão considerados no momento da seleção

  • ter renda familiar de até 3 salários mínimos,
  • estar inscrito do Cadastro Único (CadÚnico),
  • ter filhos matriculados na rede municipal de ensino,
  • ser Microempreendedor Individual (MEI),
  • ser cadastrado em alguma instituição social e já receber auxílio dos governos municipal, estadual ou federal

De acordo com a Prefeitura, serão priorizados moradores de Mogi que ainda não estão sendo atendidos por algum benefício. O cadastro pode ser preenchido em poucos minutos e a orientação é para que apenas um membro por família se inscreva.

Anúncio Patrocinado

Quem não tiver acesso à Internet ou tiver dificuldades para lidar com o sistema pode se inscrever por meio da Ouvidoria Geral, pelo telefone 156, na opção 8 do atendimento eletrônico. O atendimento telefônico acontecerá de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h.

A proposta é atender ao número máximo possível de pessoas, mas é importante destacar que o preenchimento do cadastro não necessariamente serve como garantia de atendimento. Isso se dará mediante a constatação da situação de vulnerabilidade social e também conforme os estoques disponíveis de alimentos.

Doação de alimentos

O Mogi Contra a Fome também aceita doações. Segundo a Prefeitura, qualquer pessoa física ou jurídica pode ajudar doando bens ou serviços, tais como alimentos, máscaras, álcool em gel, água, equipamentos, medicamentos, insumos e serviços em geral.

Mais detalhes podem ser consultados na página da Prefeitura na internet. Outro canal de contato e informações é o e-mail [email protected]

Anúncio Patrocinado
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Artigos Relacionados

Outras Notícias

Alto Tietê Online Receba novidades e notificações na tela do seu dispositivo.
Não
Permitir Notificações