Projeto de Mogi das Cruzes ensina a pedalar e incentiva o uso da bicicleta como meio de transporte

Projeto de Mogi das Cruzes ensina a pedalar e incentiva o uso da bicicleta como meio de transporte

Iniciativa partiu de professora de educação física e busca trabalhar também a saúde mental das pessoas. Encontros acontecem às quartas-feiras, na avenida Cívica, e são gratuitos.

Um projeto de Mogi das Cruzes ensina as pessoas a pedalar e incentiva o uso da bicicleta como meio de transporte. Os encontros ocorrem uma vez por semana, na avenida Cívica, e são gratuitos para quem quiser participar.

No projeto, o que move cada um é a paixão por pedalar. E não importa a idade ou o tempo de prática em cima da bicicleta: o principal é se movimentar e deixar para trás a tristeza deste período de pandemia.

A dona de casa Maria da Conceição Miranda tem uma relação especial com a bicicleta. Depois de muitos anos, ela voltou a arriscar as pedaladas.

“Desde meus 15 anos, tinha muita vontade de aprender a pedalar. Depois que me casei, eu tentei, mas não consegui. E aí fiquei todo esse tempo. Hoje tenho 58 anos. Agora que estou aprendendo a pedalar”.

Anúncio Patrocinado

O Projeto Pedalar é uma iniciativa da professora de educação física Patrícia Maria da Silva. As aulas acontecem às quartas-feiras, na avenida Cívica, em Mogi, e os alunos não pagam nada para participar.

“A ideia é fazer com que as pessoas usem a bicicleta como meio de transporte. Fazer com que a cidade esteja mais receptiva às bicicletas. Essa é uma política pública que tem sido trabalhada em muitas cidades, até para a gente diminuir o uso do carro e a emissão de gás carbônico”, explicou.

O projeto começou em outubro do ano passado e, nesse tempo, já recebeu cerca de 120 pessoas. Não é preciso ter uma bicicleta para participar. Por lá, eles também emprestam algumas unidades. A professora conta que já recebeu doações de bicicletas para o projeto.

A iniciativa também conta com a ajuda de voluntários, que ficam próximos aos que estão aprendendo a pedalar. “Estamos passando por muitas coisas difíceis. Todos falam da saúde, mas tem a parte mental também. Estamos perdendo muitas coisas, mas a saúde mental, muito mais”, comentou a voluntária Aurea Martins.

Quem quiser participar do projeto, basta comparecer à avenida Cívica, sempre às quartas-feiras à noite. Já quem tiver interesse em ajudar, seja com parceria ou doação de bicicletas, o telefone para mais informações é o (11) 94767-9685.

Anúncio Patrocinado
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Artigos Relacionados

Outras Notícias

Alto Tietê Online Receba novidades e notificações na tela do seu dispositivo.
Não
Permitir Notificações