PS do Hospital Luzia de Pinho Melo, em Mogi, passa a atender apenas casos graves a partir da próxima semana

PS do Hospital Luzia de Pinho Melo, em Mogi, passa a atender apenas casos graves a partir da próxima semana

Pacientes com quadros mais simples deverão procurar pela rede primária de saúde. Unidade passa a ser referência da região para atendimento de pacientes em risco iminente.

A partir da próxima terça-feira (15), a unidade de pronto-socorro do Hospital Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes, passará a atender apenas casos graves de urgência e emergência. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, pacientes com quadros mais simples deverão procurar por unidades de pronto atendimento.

A medida foi definida após uma reunião da Comissão de Intergestores Regional (CIR), com representantes das Secretarias Municipais de Saúde. O objetivo, segundo a pasta, é otimizar a estrutura e o funcionamento da unidade, que passa a ser referência para as cidades do Alto Tietê.

O PS passará a atender casos mais complexos, em conformidade com o perfil assistencial do hospital, o que inclui, por exemplo, traumas, infartos, acidente vascular cerebral (AVC) e baleados. Dessa forma, serão acolhidos, especificamente, pacientes em risco iminente, levados à unidade por ambulâncias e serviços de resgate, bem como pessoas transferidas a partir de outros hospitais.

Ainda de acordo com a pasta, atualmente 73% dos atendimentos do pronto-socorro da unidade envolvem relatos de dor de cabeça, resfriado e trocas de receitas médicas. Segundo a Secretaria, isso sobrecarrega o serviço, já que esses casos deveriam ser resolvidos em serviços de rede primária.

Anúncio Patrocinado

A recomendação é que os pacientes com quadros de saúde mais simples procurem serviços de pronto atendimento, como o oferecido pelas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). A pasta informou também que os profissionais do hospital já estão dando orientações na recepção sobre as unidades de referência na cidade.

O Luzia de Pinho Melo também é referência regional para casos de Covid-19, oferecendo 23 leitos de enfermaria e 10 de terapia intensiva (UTI) para assistência aos moradores do Alto Tietê.

Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Artigos Relacionados

Outras Notícias

Alto Tietê Online Receba novidades e notificações na tela do seu dispositivo.
Não
Permitir Notificações