Prefeitura de Suzano traz dados do novo coronavírus em Libras nas redes sociais

Prefeitura de Suzano traz dados do novo coronavírus em Libras nas redes sociais

Ação prevê maior inclusão da comunidade surda nas páginas oficiais e aos conteúdos ligados à prefeitura.

Os perfis oficiais nas redes sociais da Prefeitura de Suzano começaram a disponibilizar na última semana as atualizações diárias do Boletim Epidemiológico do Coronavírus adaptados em Língua Brasileira de Sinais (Libras). O novo formato é postado nos “stories” e em playlist das páginas e recebe narração para pessoas com deficiência visual.

A atualização ocorre sempre às 18h, seguido do Boletim Epidemiológico, que conta com os casos confirmados, óbitos e recuperados, além do número de pessoas vacinadas, taxa de ocupação dos leitos destinados ao tratamento de pessoas com a Covid-19 e taxa de mortalidade.

A prefeitura criou também o projeto “Momento Libras”, uma série de vídeos ensinando palavras, usadas no cotidiano, na linguagem de sinais. O objetivo do conteúdo é tornar o ensino de Libras mais próximo de todos os munícipes e aumentar a socialização das pessoas com deficiência auditiva na cidade. A série vai ao ar ainda neste mês de janeiro. A intérprete de Libras, que tornou os conteúdos possíveis, é a funcionária da Secretaria Municipal de Educação, Cláudia Oliveira.

Além das redes sociais, desde julho de 2018, o site oficial da Prefeitura de Suzano já é 100% acessível. As ferramentas seguem as recomendações do Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico (eMAG), desenvolvidas pelo Departamento de Governo Eletrônico.

Anúncio Patrocinado

A partir da barra instalada na parte superior do site, os internautas encontram atalhos para os recursos de navegação acessíveis. A página de acessibilidade do site também oferece links e orientação para instalação de softwares gratuitos necessários para a navegação.

As principais ferramentas disponíveis são: Alto Contraste, para pessoas com daltonismo; Aumento e Diminuição do Tamanho das Letras, para pessoas com problemas visuais; Acesso das Informações por Teclado, para pessoas com restrições motoras; e Descrição de Imagens, para deficientes visuais.

Outro projeto, que está em andamento desde agosto do ano passado, é o curso on-line de Libras, disponível pela Educação municipal e pelo Serviço de Ação Social e Projetos Especiais (Saspe). São 24 aulas ministradas pela instrutora e intérprete de Libras Cláudia Oliveira. Os interessados podem assistir aos vídeos de acordo com a sua disponibilidade.

O conteúdo programático inclui conhecimento da cultura e identidade surda, leis, alfabeto manual, numerais e os sinais básicos e cotidianos para a comunicação, como saudação, alimentos, animais, locais, contexto escolar, familiar, verbos, pronomes, entre outros.

Anúncio Patrocinado
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Artigos Relacionados

Outras Notícias

Alto Tietê Online Receba novidades e notificações na tela do seu dispositivo.
Não
Permitir Notificações