Neste ano será pago o abono salarial referente ao ano-base 2020, também as pessoas que não sacaram o PIS/Pasep referente ao ano-base 2019 vão poder retirar o dinheiro.

O PIS/Pasep será liberado aos trabalhadores na próxima terça-feira (8). O benefício foi suspenso no ano passado, sendo transferido seu pagamento para 2022. Neste ano será pago o abono salarial ano-base 2020.

Para ter direito de receber o abono salarial é necessário que se cumpra os requisitos exigidos pelo governo:

Estar cadastrado no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos;

Ter recebido remuneração mensal média de até dois salários mínimos durante o ano-base;

Ter exercido atividade remunerada, durante pelo menos 30 dias, no ano-base considerado para apuração;

Ter seus dados informados pelo empregador (Pessoa Jurídica) corretamente na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).

Não terão direito de receber o abono salarial

Trabalhadores urbanos vinculados a empregador Pessoa Física;

Trabalhadores rurais vinculados a empregador Pessoa Física;

Diretores sem vínculo empregatício, mesmo que a empresa tenha optado pelo recolhimento do FGTS;

Empregados domésticos;

Menores aprendizes.

Calendário de pagamento do PIS/Pasep

Neste ano será pago o abono salarial referente ao ano-base 2020, também as pessoas que não sacaram o PIS/Pasep referente ao ano-base 2019 vão poder retirar o dinheiro de acordo com o calendário disponível pela Caixa para a liberação do abono salarial em 2022.

Segundo informações, 320 mil trabalhadores deixaram de sacar o abono salarial referente ao ano de 2019. Por isso, não perca essa oportunidade. O governo liberou R$ 208 milhões para os trabalhadores que esqueceram de receber o benefício em 2019.

Lembrando que quem tem conta na Caixa Econômica Federal ou Banco do Brasil precisará verificar se o valor do PIS/Pasep referente a 2019 não foi depositado em conta naquele ano.

Para quem não sacou o dinheiro referente ao ano-base 2019, poderá fazer no dia 31 de março de 2022, quando é encerrado o calendário vigente de pagamentos. A informação é do Ministério do Trabalho e da Previdência.

Abono salarial 2020

O abono salarial começará a ser depositado a partir do dia 8 de fevereiro para os trabalhadores com carteira assinada e 15 de fevereiro para os servidores públicos.

O trabalhador terá o prazo máximo até 30 de dezembro para retirar o dinheiro do abono salarial PIS/Pasep 2020.

Para receber o PIS/Pasep o cidadão precisará ter trabalhado em 2020 por pelo menos 30 dias com carteira assinada ou durante o ano inteiro. Confira a tabela de meses trabalhados e os valores:

Calendário PIS

Mês de nascimentoData de pagamento do Pis 2022
Janeiro08 de fevereiro
Fevereiro10 de fevereiro
Março15 de fevereiro
Abril17 de fevereiro
Maio22 de fevereiro
Junho24 de fevereiro
Julho15 de março
Agosto17 de março
Setembro22 de março
Outubro24 de março
Novembro29 de março
Dezembro31 de março
Fonte Caixa Econômica Federal

Calendário Pasep

Número final da inscriçãoData de pagamento do Pasep 2022
015 de fevereiro
115 de fevereiro
217 de fevereiro
317 de fevereiro
422 de fevereiro
524 de fevereiro
615 de março
717 de março
822 de março
924 de março
Fonte Caixa Econômica Federal

Cotas do PIS/Pasep

O trabalhador com direito às cotas do PIS/Pasep já podem retirar o valor. Cerca de 10 milhões de pessoas podem realizar o saque do montante que chega a R$ 23 bilhões.

Uma coisa é que o trabalhador precisa saber que o abono salarial e cotas do PIS/Pasep não são a mesma coisa. 

Entenda

O abono salarial é pago anualmente ao trabalhador com carteira assinada e ao servidor público.

As cotas do PIS/Pasep é pago uma única vez na vida. As cotas podem ser sacadas pelos trabalhadores que exerceram alguma atividade com carteira assinada entre os anos de 1971 e outubro de 1988.

O trabalhador que já faleceu, seu herdeiro ou dependente poderá retirar o valor das cotas do PIS/Pasep. Para isso, será necessário entrar em contato com a Caixa ou com o Banco do Brasil.