Na entrevista de emprego: como responder a ‘fale um pouco sobre você’

Na entrevista de emprego: como responder a ‘fale um pouco sobre você’
COMPARTILHE
PUBLICIDADE

Não há nada mais incômodo em uma entrevista de emprego que uma pergunta inesperada (ou ampla demais).

Uma expressão que alguns entrevistadores podem utilizar para quebrar o gelo é “fale-me de você”.

Nem todos os candidatos aproveitam essa oportunidade para destacar o que eles consideram mais importante sobre a sua experiência profissional e suas habilidades pessoais.

Para alguns, pode ser muito intimidador, a menos que eles tenham um pequeno roteiro preparado para convencer o entrevistador de que eles preenchem o perfil que a empresa está procurando.

Por isso, os especialistas aconselham a sempre ter em mente um breve discurso sobre você mesmo, que pode servir para transformar qualquer pergunta ampla como essa em uma oportunidade.

E, embora o desafio seja saber o que dizer, é também preciso saber como dizê-lo.

“É difícil responder a essa pergunta porque é preciso ter grande capacidade de resumir nossa vida e carreira em poucas frases”, afirmou à BBC News Mundo (o serviço em espanhol da BBC) Melody Wilding, consultora profissional norte-americana.

Isso é ainda mais difícil para as pessoas que ocuparam cargos muito diferentes e cujas capacidades provêm de diferentes campos profissionais. E é também difícil para as pessoas que não têm capacidade de se concentrar nos temas mais importantes e deixam-se levar por um mar de pensamentos e recordações sem um claro fio condutor que dê sentido ao relato.

“As pessoas sentem muita pressão para impressionar o entrevistador com a resposta. Essa pressão os deixa nervosos e não lhes permite pensar claramente”, explica Wilding.

Ela acrescenta que, quando um entrevistador faz essa pergunta, normalmente está buscando um resumo da sua experiência e do valor que você gerou durante a sua carreira. Ou seja, ele não quer saber apenas quais cargos você ocupou em outras empresas, mas também os resultados que você conseguiu – ou seja, quais foram os seus sucessos.

Os 3 passos

Na entrevista de emprego: como responder a 'fale um pouco sobre você'

Segundo Wilding, é recomendável começar agradecendo pela oportunidade oferecida pela entrevista e acrescentar que você está muito interessado em ocupar esse cargo.

O segundo passo é resumir os principais pontos da sua carreira profissional. Por exemplo: “nos últimos cinco anos, estive a cargo do desenvolvimento de projetos tecnológicos em empresas como X e Y, que têm capitalização de mercado superior a Z”.

Esse tipo de comentário oferece a abertura necessária para descrever os sucessos que você atingiu naquelas funções, acrescentando algo como: “quando trabalhei na empresa tal, projetei e coloquei em prática uma estratégia que gerou lucros de cerca de X em apenas X meses”.

Neste exemplo, o essencial é deixar claro o resultado das suas ações, e não apenas descrevê-las. Mas, além disso, é importante que os resultados possam ser quantificados. Não é suficiente dizer que você esteve a cargo de uma melhoria de processo. O que você precisa dizer é que o seu trabalho foi tão eficiente que permitiu atingir um resultado específico.

Depois de enumerar os resultados dos seus sucessos, você pode indicar suas capacidades de um ponto de vista mais integral, explicando o que você aprendeu a fazer em seus anos de experiência. Os cargos isolados não explicam necessariamente a importância do que você conseguiu, nem demonstram quais desafios você conseguiu superar.

Depois disso, é importante indicar como você se diferencia dos outros candidatos. E, para encerrar, pode acrescentar algo mais pessoal ou engraçado.

Wilding conta que um cliente “me disse, no final da resposta: ‘e, por fim, sou o pior guitarrista do mundo’. Essas coisas, no momento adequado, podem funcionar bem”, pois ajudam a estabelecer conexão com o entrevistador e mencionar algumas coisas sobre seus hobbies ou sua família.

O que você nunca deve fazer

“O que você nunca deve fazer é alongar demais a resposta”, ensina Wilding.

Ela explica que o grande desafio é contar todos os pontos importantes em menos de dois minutos – e, se você tiver habilidade para resumir, “o ideal seria fazê-lo em um minuto”.

Uma das piores formas de responder à questão “fale-me de você” é voltar ao passado e fazer um relato cronológico, como “entrei na universidade no ano X, depois mudei de carreira e meu primeiro trabalho foi…”

Uma resposta longa em ordem cronológica é a receita certa para sair mal da situação. “Não comece com o início da sua carreira. Coloque o foco nos pontos de destaque do que você fez”, explica a consultora.

Além do conteúdo, é muito importante a forma como você diz as coisas. Wilding ressalta que o tom de voz é fundamental para demonstrar confiança. Por isso, vale a pena ensaiar o que você vai dizer.

A técnica da ponte

Quando não sabemos como responder a uma pergunta, a “técnica da ponte” pode ser muito útil em uma entrevista de emprego. Ela consiste, basicamente, em mudar a conversa para outro assunto de forma sutil.

Se perguntarem a você sobre as montanhas, mas você na verdade domina o tema dos oceanos, a solução é procurar a forma mais criativa de estabelecer uma ligação entre os dois temas que aparentemente não têm relação entre si.

Fazer a ponte é exatamente conectar dois temas diferentes para poder falar do assunto que você quer abordar porque é a área em que você se sai bem.

“Demorei um pouco pesquisando, até que finalmente consegui”, conta Wilding.

“Fale-me de você” não é a única pergunta que pode ser desafiadora, acrescenta ela, principalmente quando é formulada no início da conversa. Exemplos de outras perguntas para as quais também é bom ter alguma resposta preparada são: “onde você se vê daqui a cinco anos?”, “o que torna você único?”, “por que eu deveria contratar você?” e “qual é a sua maior fraqueza?”

A especialista afirma que, às vezes, os entrevistadores não estão necessariamente buscando uma resposta correta, mas sim estão tratando de descobrir qual é a sua forma de enfrentar algo desconhecido e qual tipo de raciocínio você é capaz de fazer para lidar com algo novo.

Se o entrevistador perguntar “imagine que você tenha conseguido este emprego – o que você faria nos primeiros 90 dias da sua gestão?”, provavelmente ele não está esperando que você tenha um plano detalhado de tudo o que irá implementar. O que interessa a eles é a sua capacidade de análise e os diferentes cenários que você pode apresentar com a pouca informação disponível.

Neste caso, é recomendável mencionar como você resolveu desafios no passado. Embora não seja o mesmo contexto, isso permite a você demonstrar que venceu obstáculos e que, da mesma forma que fez antes, pode fazê-lo de novo agora.

ASSUNTOS
COMPARTILHE
MAIS NOTÍCIAS
OUTRAS NOTÍCIAS