Netflix quer acabar com o compartilhamento de senhas entre usuários

Por Luana
Compartilhe
Netflix quer acabar com o compartilhamento de senhas entre usuários

A Netflix pretende cobrar um valor extra daqueles que compartilham suas senhas a usuários fora de suas casas. Essa prática de permitir que outros  acessem a mesma conta, embora seja comum, é ilegal segundo os Termos de Serviço da Plataforma. Segundo a Variety, os testes que serão feitos em países da América Latina (Chile, Peru e Costa Rica) visam interromper esse tipo de prática ilicita, oferencendo como solução o pagamento de uma taxa extra para aqueles que desejam compartilhar suas contas com pessoas de outras casas.

Essa nova funcionalidade já tem nome, irá se chamar “Adicione um membro extra” e permitirá ao usuário criar contas subsidiárias para no máximo duas pessoas fora da residência, onde cada uma poderá criar o seu próprio perfil, com login e senha, tendo também acesso a recomendações personalizadas. No Peru, o valor extra será de 7,9 soles, na Costa Rica, 3,99 dólares, e no Chile, 2,380 pesos chilenos. Com a cotação atual, os três valores equivalem a aproximadamente 15 reais. No momento não há informações desse período de teste ser aplicado no Brasil.

“Sempre facilitamos para as pessoas que moram juntas compartilhar sua conta Netflix, com recursos como perfis separados e vários fluxos em nossos planos”, comenta Chengyi Long, diretora de inovação da Netflix. “Embora essa funcionalidade seja muito popular, também criou confusão sobre quando e como a Netflix pode ser compartilhada. Como resultado, as contas estão sendo compartilhadas entre diferentes casas – impactando nossa capacidade de investir em ótimas novas produções para os assinantes.”

Leia também:  Mulher fica paraplégica após ex pagar R$ 18 mil para matá-la no litoral de SP

Nas próximas semanas, a Netflix irá notificar os três mercados latinos sobre a mudança, e também oferecerá a nova solução para compartilhamento de contas. Mas, assim como acontece na maioria dos testes, não há garantia de que o recurso seja de fato incluído no serviço. “Trabalhamos para entender a utilidade desses recursos para os membros dos três países antes de fazer alterações em qualquer outro lugar do mundo”.

O compartilhamento de contas é algo que preocupa a Netflix há um tempo. No ano passado, eles lançaram um teste global que exibia um alerta para alguns usuários dizendo: “Se você não mora com o proprietário desta conta, precisa de sua própria assinatura para continuar assistindo”. Um sistema de verificação de contas também já foi testado.

Informações : Geeksapiens

Veja mais notícias como esta em Geral

Deixe seu comentário