SAMU de Itaquá alerta sobre trotes, ” Pode custar a vida de alguém'”

O SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) de Itaquaquecetuba recebe cerca de 120 trotes por ano e o que parece uma brincadeira, pode custar a vida de alguém.

Passar trotes aos serviços de emergência é um crime previsto pelo artigo 266 do Código Penal Brasileiro, e o infrator pode pegar de um a seis meses de detenção. Crianças e adolescentes também podem ser punidos. Segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), esse tipo de ligação é um ato infracional gravíssimo e quem o comete deve ser encaminhado para a Vara da Infância e da Juventude para que sejam aplicadas as medidas socioeducativas.

QUANDO CHAMAR O SAMU:

Na ocorrência de problemas cardio-respiratórios;

Intoxicação exógena e envenenamento;❕

Queimaduras graves;

Na ocorrência de maus tratos;

Trabalhos de parto em que haja risco de morte da mãe ou do feto;

Em tentativas de suicídio;

Crises hipertensivas e dores no peito de aparecimento súbito;

Quando houver acidentes/traumas com vítimas;

Afogamentos;

Choque elétrico;

Acidentes com produtos perigosos;

Suspeita de Infarto ou AVC (alteração súbita na fala, perda de força em um lado do corpo e desvio da comissura labial são os sintomas mais comuns);

Agressão por arma de fogo ou arma branca;

Soterramento, Desabamento;

Crises Convulsivas;

Transferência inter-hospitalar de doentes graves;

Outras situações consideradas de urgência ou emergência, com risco de morte,

sequela ou sofrimento intenso.

QUANDO NÃO CHAMAR O SAMU:

Febre prolongada;

Dores crônicas;

Vômito e diarreia;

Levar pacientes para consulta médica ou para realizar exames;

Transporte de óbito;

Dor de dente;

Transferência sem regulação médica prévia;

Trocas de sonda;

Corte com pouco sangramento,

Entorses;

Cólicas renais;

Transportes inter-hospitalares de pacientes de convênio;

Todas as demais situações onde não se caracterize urgência ou emergência médica.

Informações: Prefeitura de Itaquaquecetuba