Profissionais liberais e autônomos que pretendem montar ou ampliar seus negócios poderão participar de uma oficina por meio do programa Mogi Conecta. A iniciativa é uma parceria da Prefeitura com a iniciativa privada.

As inscrições podem ser feitas até o dia 20 de junho pela internet. As aulas serão realizadas entre os dias 20 a 24 de junho, das 19h às 22h, na estrutura do Crescer, na Vila Brasileira.

Podem participar pessoas com mais de 18 anos e que já frequentaram ou estão matriculados em uma escola pública do município. São cinco dias de aulas presenciais, com atividades que buscam estimular os participantes a refletirem sobre suas ideias e ensinar alguns dos pilares do empreendedorismo.

O programa Gerdau Transforma também conta com o apoio da Agência Besouro de Fomento Social.

Entre os temas abordados estão a criação de marca, o desenvolvimento de produto, a projeção de vendas, a pesquisa de mercado, o levantamento de custos, a divulgação do negócio, os conceitos financeiros e o plano de ação. Após a realização do programa, os participantes também recebem apoio personalizado de consultores durante um período de três meses de incubação

“A capacitação da população e o oferecimento de conhecimento para quem deseja empreender em Mogi das Cruzes fazem parte do trabalho desenvolvido para fomentar um ambiente econômico saudável no município, com a geração de oportunidades e renda para os mogianos. Esta é uma ótima oportunidade para os empreendedores que desejam iniciar ou ampliar seus negócios, com um conteúdo rico durante as aulas e a possibilidade de acompanhamento posterior”, destacou o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Inovação, Gabriel Bastianelli.

No ano passado, o programa foi realizado de forma online e teve 518 pessoas inscritas. Deste total, 117 foram incubadas na consultoria e 63% dos alunos empreenderam ou tinham intenção de empreender.

Criado em 2019, o projeto Gerdau Transforma já contou com mais de 8 mil alunos inscritos no programa, beneficiando mais de 1.900 empreendedores de 461 cidades no Brasil e na América Latina que conseguiram abrir seus negócios com a ajuda da mentoria.