Escola de Mogi retoma aulas após ter sala incendiada em ato de vandalismo

Escola de Mogi retoma aulas após ter sala incendiada em ato de vandalismo

Ocorrência foi na Escola Municipal de Educação Especial Jovita Franco Arouche, na quinta-feira (21). De acordo com diretora, unidade está funcionando normalmente nesta segunda-feira (25).

Depois de ter uma sala incendiada na semana passada, a Escola Municipal de Educação Especial Jovita Franco Arouche, em Mogi das Cruzes, retomou as atividades nesta segunda-feira (25). De acordo com a Prefeitura, o fogo foi provocado em um ato de vandalismo.

O incêndio foi na madrugada de quinta (21) em uma sala destinada ao atendimento com Transtorno do Espectro Autista. Parte do teto foi afetada e o forro acabou caindo. As cortinas também foram destruídas e houve danos em uma das anelas.

“A gente ficou bem consternado. A equipe toda. É muito triste, porque a escola é dos alunos. A escola não é minha, não é dos funcionários. É das crianças. A gente ficou muito chateado com a situação”, comenta a diretora Juliana Mattos.

“Quando a gente chegou e viu o que tinha acontecido, num primeiro momento, achamos que tinha sido um curto-circuito. Quando vimos que foi um ato de vandalismo, isso doeu ainda mais”.
Ainda de acordo com a diretora, as atividades foram transferidas para outros espaços da escola, mas os estudantes estão sendo plenamente atendidos. A Prefeitura informou que conta com a colaboração da população para evitar e informar casos como esse.

O telefone para denúncias é o 153, da Guarda Civil Municipal.

Veja mais notícias como esta em Mogi das Cruzes