Mogi das Cruzes intensifica atendimentos para casos de síndrome gripal

A administração municipal informou que houve um aumento de 40% nos atendimentos.

Com aumento de 40% no número de atendimentos de síndrome gripal em Mogi das Cruzes, a Secretaria Municipal de Saúde está intensificando e ampliando as opções de atendimento aos pacientes. A partir desta segunda-feira (20), quatro unidades de referência para o novo coronavírus – Alto Ipiranga, Jardim Camila, Vila Suíssa e Ponte Grande – também começaram a atender casos de gripe sem necessidade de agendamento. Os atendimentos serão de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.

Segundo o secretário de Saúde Zeno Morrone, o atendimento também será ampliado no Hospital Municipal para suprir a demanda. “Essa síndrome gripal não é uma exclusividade de Mogi, isso está acontecendo em várias cidades, inclusive hoje tivemos uma reunião com o Condemat, todas as cidades da região estão sofrendo com esse problema. As pessoas estão tendo sintomas de gripe que são muito semelhantes ao coronavírus, porém ele é menos grave”, explica.

As Unidades de Pronto Atendimento 24 horas (UPAs) do Rodeio, Oropó e Jundiapeba, o PA Jardim Universo e o Pró-Criança completam as opções de atendimento.

Deixe um comentário