Na Turquia, mais de 40 pessoas morreram após consumirem álcool adulterado

De acordo com o jornal local Hürriyet, pelo menos 44 pessoas morreram e outras 50 foram internadas nos últimos quatro dias na Turquia, devido ao consumo de bebidas alcóolica adulteradas com desinfetantes e outros produtos de limpeza.

A província de Esmirna, na costa do mar Egeu, foi a mais afetada, com o registro de 18 mortes, além de várias hospitalizações. Istambul e diversas áreas do mar Negro também são locais afetados no país.

As autoridades locais já detiveram 58 pessoas nos últimos quatro dias, sob as acusações de produção e venda de bebidas misturadas com álcool etílico e metílico.

Nos últimos anos, o consumo de bebidas alcoólicas caseiras e contrabandeadas tem aumentado na Turquia. O motivo é o aumento dos impostos que incidem sobre o álcool. A taxação sobre a cerveja foi elevada em 360% nos últimos dez anos, enquanto uma bebida local, conhecida como raki, teve alta de 440%.

PUBLICIDADE

Comentários

mood_bad
  • Nenhum comentário.
  • Comentar
    Alto Tietê Online Quer receber notificações de novidades, promoções e outros assuntos?
    Dispensar
    Permitir Notificações